Roteiro de Paris para “turistas de primeira viagem”

O verão está aí, as crianças entrando de férias e muita gente vindo passear em Paris. Mas na prática, muitos desses “primo-parisienses” ficam na dúvida sobre o que não deixar de ver quando se vem a Paris pela primeira vez. Tipo, ir à Roma e não ver o Papa… Assim, devido aos pedidos insistentes (:-)) de vários leitores do blog, eu elaborei um pequeno roteiro de Paris para “turistas de primeira viagem”. Foi meio trabalhoso, por isso demorou tanto 🙂 Ah, e vale lembrar que são as minhas escolhas! Não pretendo de maneira nenhuma dizer que são as melhores opções (mesmo porque gosto não se discute ;-)). Espero que gostem dos meus “inratables” (imperdíveis) de Paris e que se apaixonem por essa linda cidade tanto quanto eu…

Vista aérea do rio Sena - Autor: IGautheron - Flickr

 A Torre Eiffel

Claro! Não tem como propor um roteiro de Paris sem começar pela Torre Eiffel 🙂 Essa obra de arte arquitetônica foi construída por Gustave Eiffel para a Exposição Universal de Paris de 1889 como demonstração do conhecimento técnico e do savoir-faire francês. Hoje em dia, a Torre Eiffel se tornou uma verdadeira embaixadora da França, sendo o monumento pago mais visitado do mundo. Na verdade, ela recebe mais de 7 milhões de visitantes por ano. Um verdadeiro ícone do turismo internacional!

Torre Eiffel - Autor: Tor-falke - Flickr

No dia 31 de dezembro de 1985 a Torre começou a se iluminar desde que a noite cai sobre a Cidade Luz. Um novo toque de charme, que trouxe ainda mais brilho à “Dama” mais radiosa de Paris. Nas Comemorações do Ano 2000, os Franceses descobriram com admiração mais uma novidade: dois faróis que iluminam Paris inteira à partir do alto da Torre. Esses focos de luz têm um alcance de 80km. Assim,  mesmo quando estamos bem longe de Paris, se formos para um lugar alto, podemos ver a Torre que brilha e ilumina a cidade inteira. Me lembro que quando eu morava nas Yvelines, tinha um lugar perto do Orgeval de onde a gente via bem a Torre. Eu adorava parar à noite naquele altinho e ver os faróis cintilantes de longe 🙂 É uma emoção impressionante… Como se naquele momento a Torre Eiffel fosse um pouco minha também e mesmo estando longe, ela ficava ainda bastante tempo brilhando no meu coração.

Bom, memórias à parte, eu sei que vocês gostam mesmo é de saber as coisas práticas 🙂 Então, se eu posso dar um conselho é de evitar as visitas à Torre Eiffel nos finais de semana de Julho e Agosto. O tempo de espera é enorme (tipo 3 horas) e nem é tão bom fazer a visita com tanta gente em volta. Prefira ir durante a semana e, de preferência, no finalzinho da tarde. Além de poder curtir um pôr do sol deslumbrante lá do alto, você ainda vai evitar a multidão. Duplo jackpot 🙂

Torre Eiffel - Autor: Guillaume Cattiaux

Uma outra dica legal é de comprar os seus bilhetes com antecedência pela internet. Isso já evita a fila da bilheteria que fica aos pés da torre. Para comprar seus bilhetes online, clique aqui.

Do dia 15 de junho ao dia 1º de setembro, a Torre está aberta de 09H à meia-noite. O resto do ano, ela funciona de 09.30 às 23.30. Para mais informações, consulte o site oficial da Torre Eiffel.

O Arco do Triunfo e o Champs Elysées

Arco do Triunfo - Autor: João Moura - Flickr

O Arco do Triunfo foi construído em homenagem às vitórias de Napoleão. Após a Batalha de Austerlitz, o Imperador prometeu aos seus soldados que eles voltariam para casa sob os Arcos do Triunfo. Foi então, que em 1806, Napoleão 1º ordenou a construção desse Arco de maneira a perpetuar as vitórias das Forças Armadas Francesas.

Ele fica situado bem no centro da Praça Charles de Gaulle e constitui o ponto de partida das 12 avenidas mais importantes de Paris, que vistas do alto formam uma estrela à volta do monumento. Aliás, é por isso que a Praça do Arco do Triunfo é popularmente conhecida como “Étoile” (estrela).  Essa junção das maiores avenidas da cidade faz dessa praça um verdadeiro perigo público. Não é à toa que a rotunda do Arco do Triunfo é o local onde existem mais acidentes de trânsito em Paris. Por isso, não faça como eu e alguns amigos queridos que certamente se lembram da nossa aventura (doidice?!) de tentar atravessar a “Étoile” inteira correndo (em plena Copa do Mundo de 94, ainda nos demos ao luxo de estarmos todos vestidos com camisas do Brasil :-)) para aceder ao interior do Arco. Pois é gente, foi só quando chegamos (vivos!) no meio do Arco do Triunfo que nos demos conta que afinal existe uma passagem subterrânea 🙁 Então, aproveitem a dica e não corram o risco 🙂

Vale a pena visitar o Arco? Vale! Primeiro porque a própria escada que permite o acesso ao alto do monumento já é muito linda. Depois, porque a vista lá de cima é deslumbrante. Você poderá ver a famosa “Étoile” que se forma em volta do Arco, assim como a famosa Avenida dos ” Champs Elysées”, a Torre Eiffel, o bairro de negócios de “La Défense” e a colina do Sacré Coeur.

Do dia 1º de Abril ao dia 30 de setembro as visitas se efetuam de 10H00 às 23H00. De 1º de outubro à 31 de março, das 10H00 às 22H30. O útimo acesso acontece 45 minutos antes do fechamento. O Monumento está fechado ao público nos dias 1º de Janeiro, 1º de Maio, 8 de Maio (de manhã), 14 de Julho (de manhã), 11 de novembro (de manhã) e 25 de Dezembro. Esse ano de 2013, excepcionalmente, o Arco vai fechar também no dia 21 de Julho por causa da passagem do Tour de France pela cidade.

A estação de metrô mais próxima é “Charles de Gaulle – Étoile”. Para mais informações, consulte o site do Monumento.

A Torre Montparnasse

Torre Montparnasse - Autor: Cha Già José - Flickr

A Torre Montparnasse não é bonita. Ela parece um gigante meio desajeitado no meio da beleza histórica e elegante de Paris. Mas apesar dos parisienses antipatizarem com esse exemplo da “arquitetura moderna”, não se pode negar que a Torre tem pelo menos o mérito de merecer com louvor seu título de local com a vista mais bonita sobre Paris. Daí a gracinha típica entre parisienses de que é ótimo subir na Torre Montparnasse porque além de não ser mais obrigado a olhar para ela, você ainda beneficia de uma vista deslumbrante sobre o resto da cidade 😉

Mas bom, piadinhas à parte, vale muito a pena subir no alto da Torre. Com 210 m de altura, esse é o imóvel mais alto de Paris. São 59 andares, 6 níveis de subterrâneo e um terraço de 120.000 km2 na cobertura. Além disso, a Torre tem 7.200 janelas (coitado do limpador de vidros :-7)

A Torre Montparnasse fica bem em frente à Estação de Montparnasse (gare Montparnasse – uma das maiores de Paris). Linhas de metrô que servem a estação: 4, 6, 12 e 13. A entrada na torre custa 13,50€ por adulto, 10,50€ para os estudantes e jovens entre 16 e 20 anos. 8€ para as crianças entre 7 e 15 anos. O bilhete de entrada permite o acesso ao 56º andar e ao terraço panorâmico do 59º andar. A visita panorâmica funciona no verão de 09.30 às 23.30 e no inverno de 09.30 às 22.30.

Dê uma olhada na visita panorâmica. É muito lindo!

No 56º andar, você poderá ainda usufruir de um magnífico restaurante gastronômico, “Le Ciel de Paris”, onde você degustará sua refeição com a Cidade Luz a seus pés. Um luxo delicioso! Mas atenção, o restaurante não aceita clientes sem reserva prévia. As reservas podem ser efetuadas em tempo real pela internet ou pelo telefone +33 1 40 64 77 64.

Para mais informações sobre a Torre Montparnasse, consulte o site oficial.

A Basílica do Sacré Coeur

Le Sacré Coeur

Para mim, a Basílica do Sacré Coeur é um dos monumentos mais representativos de Paris. Mesmo para conseguir chegar até ela, tem que fazer por merecer. Ela fica no alto de uma colina. Então, tem que subir, subir, subir. Ou você vai pelas ruazinhas lindas do típico bairro de Montmartre ou você sobe diversas escadarias que te levam até à Basílica. A escadaria fica na rua Foyatier e conta cerca de 220 degraus. Devo dizer que é difícil escolher qual a melhor opção. Subir as escadarias é um charme, mas não tem como resistir a um passeio pelas ruelas da “Paris histórica”. Então, para não perder nenhuma das duas, suba por um lado e desça pelo outro (e depois me diga qual você preferiu ;-)).

As duas estações de metrô mais próximas da Basílica são “Abbesses” (linha 12) e Anvers (linha 2). As duas têm uma diferença de altitude de cerca de 50 metros em relação ao nível da Basílica. Senão, para os mais comodistas, existe o “funiculaire de Montmartre”, uma espécie de bondinho que leva as pessoas das Praças de Saint-Pierre e Suzanne-Valadon até à rua Cardinal-Dubois (no alto da colina). O bondinho leva 1 minuto e meio para subir a colina e o bilhete custa o mesmo preço do ticket do metrô (1,70€).

Sacré Coeur

Esse templo da Igreja Católica foi construído em homenagem ao Sagrado Coração de Jesus. Os jardins da Basílica são especialmente dedicados à meditação e à busca da paz interior. Um local de reencontro e de alegria. Aliás, Montmartre é conhecida como a Colina Sagrada. Aproveite esse ambiente meio místico! Uma grande terapia para mim é subir a colina no final da tarde, sentar nas escadarias que ficam na frente da Basílica (e que beneficiam de uma vista simplesmente fantástica sobre Paris) e ficar ali ouvindo os músicos de rua que sempre tocam por lá e curtindo a vista. Se tem um lugar mágico em Paris pra mim, é ali 😉

O Castelo de Versalhes

Castelo de Versalhes - Autor: Pierre-Olivier Clément-Mantion - D.R.

O Castelo de Versalhes é um dos monumentos franceses mais conhecidos internacionalmente. Originalmente esse domínio era simplemente um território que Louis XIII utilizava para caçar. Foi durante o reinado do seu filho Louis XIV (mais precisamente à partir de 1682) que o Palácio foi transformado em Residência oficial dos Reis da França e sede do Governo da época. Um Palácio digno da megalomania de Louis XIV e do esplendor que ele desejava para o seu reinado e para a França. Até à Revolução Francesa, vários Reis viveram nesse Palácio, cada um deixando seu tributo à conservação e ao embelezamento do monumento.

Para conhecer melhor a história de Louis XIV, leia o nosso artigo “Porquê Louis XIV era conhecido como o “Rei Sol“.

Jardins do Castelo de Versalhes - Autor: Pierre-Olivier Clément-Mantion - D.R.

Além do Castelo, que merece uma visita pela sua carga simbólica e histórica, os jardins também são deslumbrantes. Eu ouso mesmo dizer que só para visitar o jardim, já vale a pena ir à Versalhes 🙂 Mas bom, brincadeiras à parte, os jardins do Castelo são realmente soberbos. Eles são constituídos por diversas alas, fontes e bosques. Isso sem contar que eles são ornamentados por centenas de estátuas e esculturas. Apolo é o Deus mais representado. Existem 7 estátuas dele espalhadas pelo Parque. Na verdade, Louis XIV se espelhava em Apolo e almejava, à imagem do Deus Grego, conquistar o mundo. A maior e mais bonita estátua de Apolo é aquela que se encontra no “Bassin d’Apollon”.

Hoje em dia, as visitas se estendem pelos cerca de 800 hectares que constituem o “Domínio de Versalhes”. Organize sua visita com calma e aproveite ao máximo os vários serviços propostos nos bilhetes de entrada. Para seguir direitinho a visita e entender todos os detalhes históricos, um guia audio é fornecido juntamente com os bilhetes. Esse guia existe em português 😉

Para conhecer as diversas tarifas existentes, consulte o site do Castelo de Versalhes.

Detalhes importantes:

– As crianças e os jovens de menos de 18 anos não pagam.

– As visitas no primeiro domingo de cada mês de novembro a Março são gratuitas.

– De Março a Outubro, o Domínio de Versalhes propõe vários espetáculos de “dança das águas”. Uma coordenação magnífica de músicas clássicas, jogos de luzes e jatos de água. Para conhecer melhor os espetáculos propostos, clique aqui.

O Museu do Louvre

Pirâmide do Louvre - Autor: Grufnik

O Museu do Louvre é um dos maiores museus do mundo com seus 210.000 m2 de superfície, dos quais 60.600 m2 dedicados às exposições. Antes de ser um museu, os locais do Louvre eram um antigo palácio Real: o Palácio do Louvre. Então, visto o tamanho e a elegância desse museu, reserve um bom tempo para conseguir visitá-lo com calma e apreciar a beleza e a grandiosidade do local. Você terá poucas oportunidades na vida de estar rodeado de tantas “celebridades”.

O exterior do Museu do Louvre já é uma atração. Você se encontra numa praça com o museu ao fundo, a pirâmide no centro e os Jardins des Tuileries do outro lado (reserve algum tempo para visitar o jardim. Além de lindo, ele é enorme. Você pode caminhar desde a Praça do Louvre até a entrada dos Champs Elysés – onde aliás você terá uma vista deslumbrante da Torre Eiffel. Casais apaixonados, não percam a oportunidade de apreciar o sol se pondo desse cantinho do jardim, de frente para a Torre  ;-))

Isso sem contar que visitar o Louvre é tão bom de dia como de noite. Quando os raios do sol refletem nas pirâmides de vidro, a luz que se irradia é simplesmente linda. E de noite, a Praça todo iluminada sob o brilho da lua e das estrelas é o paraíso dos fotógrafos amadores. Entrando no Museu, o encanto é ainda maior. Você se depara com séculos e mais séculos de história e de arte. Estátuas, pinturas, objetos, cada obra tem uma história e uma imensa carga simbólica. Um verdadeiro mundo à parte, onde o passado e o presente se encontram para sublimar a cultura.

Dicas interessantes:

– Para evitar as filas na entrada, compre seu bilhte nas máquinas automáticas. Entrando no museu, elas se encontram junto à pirâmide invertida. Você poderá comprar tranquilamente seu ingresso com seu cartão de crédito.

– Às quartas e sextas-feiras, o Louvre fica aberto até às 22H.  Uma ótima oportunidade de curtir o museu durante mais tempo e com menos gente. Aliás, os jovens com menos de 26 anos (de qualquer nacionalidade), podem aceder gratuitamente ao museu na noturna de 6a feira, à partir das 18H. Basta apresentar um documento de identidade. Nos outros dias, ele fica aberto das 9H às 18H.

– Como a maioria dos museus franceses, o Louvre permite um acesso gratuito no primeiro Domingo de cada mês. Mas conte com uma tremenda multidão na porta 🙂

– Se puder, alugue um guia virtual. É uma espécie de agenda eletrônica onde você pode digitar a referência de cada obra e descobrir vários detalhes históricos. Se você gosta de aproveitar cada oportunidade para aumentar sua cultura, esse é o momento 🙂

O Museu não abre às terças-feiras!

Para mais informações sobre as tarifas e as exposições, consulte o site do museu.

Catedral de Notre Dame de Paris

Catedral Notre-Dame de Paris - Autor: Dalbera - Flickr

A Catedral Notre Dame de Paris é o monumento mais visitado da França. Ela fica em pleno centro da Île de la Cité, no coração de Paris. Aliás, esse é um ótimo ano para visitá-la: ela está comemorando seus 850 anos e várias festividades são previstas. Para conhecer mais detalhes sobre esse magnífico monumento histórico e religioso, leia o nosso artigo “Comemoração dos 850 anos da Catedral Notre-Dame de Paris.

Disneyland Paris

Disney Paris - Autor: Dinosoldier - Flickr

A Disneyland Paris é o paraíso da criançada! Mas nem precisa ser criança para curtir um passeio na Disney. É um mundo mágico, completamente desconectado da realidade, onde só o sonho e a imaginação contam. Seja qual for a sua idade, não tem como não se encantar. Tudo é organizado milimétricamente. Os jardins são simplesmente fantásticos e cada atração é mais emocionante do que a outra.

No Verão, o parque fica aberto de 10h às 23h. Chegue cedo para ter tempo de curtir o máximo de atrações. Uma outra dica legal é de pegar o panfleto que indica a localização dos vários parques e as atividades que existem em cada um. Assim, você pode escolher os que prefere e visitá-los por ordem de passagem. Isso evita de perder tempo andando para lá e para cá. Além de ser um disperdício em meio a tanta coisa para ver, você ainda vai ficar bem cansado, porque o parque é enorme!

A melhor maneira de chegar ao Parque é de trem. Para isso, pegue o RER A em direção à estação de Marne La Vallée Chessy. Várias estações dão acesso ao RER A, nomeadamente, La Défense, Charles de Gaulle-Étoile, Auber, Châtelet-Les Halles e Paris-Gare de Lyon.

A partir dos aeroportos Parisienses, existem navetes VEA que realizam o transporte de passageiros de Roissy/Charles-de-Gaulle e Paris/Orly aos 6 Hotéis da Disney.  Para consultar os horários, consulte o site da empresa ou ligue para o número+33 1 72 30 10 25.

Para mais informações sobre os preços, as promoções ou os espetáculos do momento, consulte o site da Disneyland Paris.

 O Stade de France

Stade de France - Autor: Imcuckoo2 - Flickr

Para quem gosta de futebol, não tem como não ir dar uma olhada no “Maracanã” francês 🙂 Mesmo se, como eu, você tem péssimas recordações desse estádio, ele não deixa de ser o maior estádio francês, construído especialmente para a Copa do Mundo de 1998 🙁

Além de ser um magnífico estádio de futebol e de rugby, o Stade de France recebe todos os anos os melhores concertos de música de Paris. Rolling Stones, Madonna, Céline Dion, Metallica, Coldplay, Rihanna e Lady Gaga são apenas algumas das celebridades internacionais que já se apresentaram nesse estádio.

O “Pass Visite” permite aos visitantes de aceder aos vestiários, à beira do gramado e às tribunas. O preço é de 15€ por adulto e 10€ para as crianças de + de 5 anos. As visitas são organizadas conforme as datas dos jogos e dos concertos. Nesses dias, não é possível visitá-lo. Para consultar o calendário das visitas, visite o site do Stade de France.

O Stade de France fica na Pleine-Saint-Denis, bairro no subúrbio a Norte de Paris. Para quem não tem carro, o melhor mesmo é utilizar os transportes públicos:

  • RER B : estação La Plaine Stade de France (à 4 mn da Gare du Nord e 8 mn de Châtelet)
  • RER D : estação Stade de France – St Denis (à 5 mn da Gare du Nord e 9 mn de Châtelet)
  • Metrô Linha 13 : estação St Denis – Porte de Paris (à 16 mn de Saint Lazare, 20 mn dos Invalides e 25 mn de Montparnasse)
  • Tramway n°1 (estação St Denis Basilique)
  • Ônibus n°239 / 253 / 139 / 153 / 173 / 255 / 350

A Cidade das Ciências (Cité des Sciences)

Cité des Sciences - Cidade das Ciências

A Cidade das ciências é um lugar incrível para levar as crianças (e para aproveitar e dar uma de criança também :-)).  A cidade das crianças (cité des enfants) é um lugar destinado a ensinar às crianças os princípios básicos das ciências. Cultura, curiosidade e divertimento andam de mãos dados num percurso elaborado para instigar as crianças a quererem saber mais e mais.

Segundo os criadores desse conceito, a Cidade das Crianças “visa contribuir ao desenvolvimento das crianças, a despertar nelas a curiosidade e a prepará-las às futuras aprendizagens, proporcionando-lhes a ocasião de viver situações e explorações ricas, variadas e adaptadas à idade de cada um”.

Na verdade, existem duas Cidades das Crianças: uma destinada aos pequeninos de 2 a 7 anos. A outra para os maiorzinhos de 5 a 12. Cada uma propõe atividades e experiências adaptadas à idade e ao nível de desenvolvimento das crianças. O percurso de 5 a 12 anos é dividido em vários temas, cada um com explicações e experiências relacionadas. Os assuntos tratados vão da saúde, ao corpo, como comunicar, descobrir uma usina, jatos de água, passando pelo funcionamento de um jardim e de um estúdio de televisão. As crianças aprendem e se divertem 🙂

Até eu que não sou lá tão ligada em exposições e museus, confesso que adorei levar meus filhos lá. Saí com a impressão de que existem lugares realmente interessantes onde a aprendizagem das crianças é um assunto que merece atenção e respeito. Parabéns a todas as pessoas que conceptualizam as atividades, que investem nesse projeto e que trabalham para a evolução intelectual dos nossos pequenos. Afinal, eles são os “cérebros” de amanhã 😉

Image de prévisualisation YouTube

A “Cité des Sciences et de l’Industrie” fica no nº 30, avenue Corentin-Cariou – 75019 Paris. A melhor maneira de chegar lá é pelos transportes públicos:

  • Métro – Linha 7, estação Porte de la Villette.
  • Ônibus -Linhas : 139, 150, 152, estação “Porte de la Villette”.
  • Tramway -Tramway T3b (Pte de Vincennes – Pte de la Chapelle)

Para mais informações, consulte o site da Cité des Sciences.

Voilà! Espero que vocês tenham gostado das minhas sugestões e que se divirtam muito em Paris. Não esqueçam de me dizer o que acharam e de dar outras sugestões 😉

À propos de Luciana Ferreira

Cheguei na França em 2006, meio por acaso, graças a um intercâmbio da faculdade. Me apaixonei por esse país moderno, acolhedor e cheio de charme. Acabei gostando e ficando, ficando, ficando... Consciente de que nem sempre é facil achar informações credíveis sobre os lugares quando estamos longe, pretendo contar prá vocês as pequenas (e as grandes) coisas do quotidiano, das tradições e do turismo na França que me fascinam. Talvez mesmo, desfazer alguns mal-entendidos e acabar com os clichês. Aqui, a cultura, a história, a gastronomia, o savoir vivre são apenas algumas das tantas coisas que nos seduzem e encantam. Jurista de formação, apaixonada pela escrita, estou criando este espaço para partilhar com todos os interessados, esse encantamento pela cultura e pela vida francesas.
Ce contenu a été publié dans Cultura, Dicas, Passeios, avec comme mot(s)-clé(s) , , , , , , , , , , , , , . Vous pouvez le mettre en favoris avec ce permalien.

233 réponses à Roteiro de Paris para “turistas de primeira viagem”

  1. Mariluci dit :

    Olá Luciana,

    Eu e meu marido estamos pensando em ir à França em junho/17, para comemorar nosso aniversário de casamento (32 anos). Nossa intenção é passar entre 10 e 15 dias e gostaria de conhecer Marselha e Paris é claro!. Será que você pode me ajudar com um roteiro que não seja muito corrido, não precisam ser muitas cidades, acredito que menos é mais.
    Se tiver alguma agência ou guia para indicar será muito bom.
    Obrigada,

  2. Renato dit :

    Oi Luciana. Pretendo viajar em fevereiro de 2017 com mais dois adultos e duas crianças (sendo uma com oito e outra com 04 anos), conhece algum brasileiro que faz translado aeroporto/hotel? Conhece algum brasileiro que pode fazer um city tour conosco ou conseguimos nos deslocar facilmente via metro ou ônibus aos monumentos que iremos visitar?

  3. Camila Porto dit :

    Olá Luciana, a aba Ingresso do seu blog é interligada à alguma agência?
    Como consigo mais informações? São brasileiros?
    Voa a Paris no próximo ano e não fechei nada de passeio ainda…
    Obrigado!

  4. adriana soutto dit :

    Oi Luciana
    estou amando o seu blog!!!! Demais!!!! Estou indo a Paris em janeiro com meu marido e filho. Iremos comemorar o aniversário de 12 anos do meu filho, q sempre sonhou em ir a Paris!!!! Ficaremos 6 noites no hotel le littré. Acha q dará p irmos a disney paris e a versalles?? Ou devemos ficar só com as atrações de Paris mesmo?? Ah…ele n abre mão de conhecer os estádios de futebol!!! Joga na escola do PSG aqui no Rio!! Muito obrigada por todos os seus posts!!!!

  5. Augusto Vargas dit :

    Olá, acompanho seu blog há um bom tempo, essencial pra quem pretende ir a Paris. Estou com uma dúvida quanto ao traslado de partida de Paris, vou chegar de trem e estarei hospedado próximo à Torre Eiffel. Pesquisei e achei bem em conta o traslado da ParisCityVision, 49 euros para 2 pessoas. Vc recomendaria? Obrigado e mais uma vez parabéns pelo trabalho!

    • Augusto, voltei de Paris tem uma semana…. taxi lá é mais carinho, então, compensa o translado, porém, se você não se importar é muitooooooooo fácil andar de metrô por la, e tem uma estação pertinho da Torre Eiffel, ela sai praticamente de frente com o Mercure, não sei se é este o seu hotel. O Metrô é 1,50 euros.

  6. Marina Giacomelli Mota dit :

    Prezada, por favor, gostaria de saber se compensa comprar com Paris pass. Estarei ai no dia 16 e 17 de setembro. Quanto tempo precisa para conhecer o louvre?

    at.,

  7. Leandro Almeida dit :

    Oi Luciana tudo bem?

    Adorei o blog, parabens.
    Poderia me ajudar? Tenho algumas duvidas.
    Irei a Paris com minha esposa em junho de 2017, ficarei hospedado no Opera hotel, fico bem localizado? Ficarei 8 dias em Paris. Li nos seus comentarios em comprar os ingressos com antecedencia. No caso o museum pass é valido comprar para os 4 dias ou somente 2 dias. Passeio de barco no Rio Sena é valido fazer, com jantar e a noite? Espetaculo moluim rouge?
    Estou em duvidas me da uma ajudá por favor.
    Obrigado

  8. igor dit :

    Eurodisney ou Vale do Loire, se fosse pra escolher um qual vc iria?

    • Eu certamente escolheria o Vale do Loire. Disney é legal, mas quando você ja foi uma vez, é sempre a mesma coisa (pelo menos para o meu gosto!) 🙂

      • sandra perpetua dit :

        Ola. Vamos a paris no final durante 3 dias. Vamos com o nosso filho e os sogros. Estamos a tentar agendar os locais a visitar,mas estamos com um dilema. No 2dia vamos a Disneylândia mas os sogros não vão. Será que me pode ajuda como escolher os monumentos a ver, nos dois dias. Será que sabe como esta o tempo lá. Obrigada

        • Ola Sandra,
          O tempo por aqui esta agradavel, mas meio nublado e nao esta muito quente.
          Quanto aos monumentos a ver em dois dias, eu acho que o melhor é ficar nos mais conhecidos mesmo, senao fica muito cansativo.
          Torre Eiffel, Arco do Triunfo, Notre Dame e Sacré Coeur, além de dar uma passadinha na frente do Louvre e passear no jardin des Tuilleries.
          Acho que é isso …
          Um abraço e aproveitem bastante !

  9. vania dit :

    Olá Luciana, pretendo ir a França ainda este ano (será a primeira vez). Tenho pesquisado preços e vi que eu iria economizar bastante indo por conta própria, sem contratar pacotes de empresas. Porém estou insegura com relação aos deslocamentos sem um guia. Existem profissionais que fazem esse serviço de forma particular em Paris? Se houver poderia me indicar algum, mas é necessário que o mesmo fale Português. Agradeço a sua atenção!

    • ana greicy dit :

      amiga,

      Não tenha medo, primeira regra shospede se em um hotel bem localizado, eu recomendo algum na região de Monmatre identifique aonde fica a estação de metro mais proxima, e adequira um mapa ao chegar no aeroporto, eles são distribuidos de graça para todo turista, Paris é uma megalopole com problemas claro mais voce tera a oportunidade de conseguir se virar sozinha.
      Minha primeira experiencia em Paris foi dessa forma com pouca grana no bolso, e economizando ao maximo, afinal não nascemos todos ricos,
      Recomendo conhecer Luvre, Torre Eifel, Notre Drame, Jardins de Luxemburgo, Monmatre e claro vá assistir a um espetaculo no Baton Mouche……. Versales não consegui ir… mais na proxima vez irei.. Amei Paris e quero voltar sempre.

      detalhe não falo frances…

    • Oi Vânia, para programas em Paris, eu costumo sugerir a Luciana da Paris Feliz.
      A gente faz uma parceria legal 🙂
      O email dela é: parisfeliz@avidafrancesa.com
      Fala com ela que fui eu que te dei o contato dela 😉
      Precisando de mais alguma coisa é so falar.
      Um abraço e boa viagem !

  10. Fernanda OLiveira dit :

    Boa Tarde Luciana,
    Que simpatia é vc !!!! Adorei seu trabalho.
    Bom, pintou a oportunidade de eu e meu marido tirarmos férias juntos. Pensamos será que dá pra ir a algum ligar bacana “sem gastar muito e sem temos nos programado!?” Por que não Paris???
    Humm nessa época ? O preço esta convidativo (por conta do atentado)… começamos a perquisar… achei vc! Será que pode nos ajudar?
    O que acha da época, estação, segurança, hostel????? Dá pra fazer um resumão sem te atrapalhar ???? Desde já obrigada e parabéns !
    Grande abraço.
    Fernanda

    • Oi Fernanda, tudo bom ?
      Olha, eu acho que Paris sempre é uma boa opção 🙂
      Quanto à segurança, eu escrevi um post na semana passada:
      Em relação ao clima e a como se proteger do frio, também ja escrevi.
      Dê uma olhada nos posts acima e depois se ainda precisar de alguma coisa me fala.
      Se quiserem reservar hotéis ou hostel também pode fazer uma pesquisa pelo nosso motor de buscas (na pagina principal do blog). Se ficar com duvida me fala que eu dou uma opinião.
      Um abraço e boa viagem 😉

  11. leticia moreno dit :

    Ola luciana, eu A-D-O-R-E-I o seu post e bolg. Estava tentando achar um post que me ajudasse na minha primeira viagem, mas tem uns muito confusos de entender, ate q vc chegou e deu uma luz na minha viagem, hahaha… Enfim, vamos ao que interessa, estou indo para paris daqui exatamente um mês, e estou com algumas duvidas sobre, então fiz uma listinha:
    1: sou apaixona por museus de ciências, e fiquei super animada quando vi que tem a cidade da ciência, mas era que é somente para crianças ou vale a pena ir mesmo sem ser acompanhada de crianças? (tenho 16 anos haha)

    2: vale a pena conhecer a disneyland no inverno? Ate pq tenho um certo trauma de california, q falaram q era maravilhosa, mas não se compara a de orlando.

    3: Iamos comprar o ingresso para torre eifel antes como consta no seu blog, mas infelizmente houve aquele atentado terrorista, e não temos certeza se a viagem acontecera se as coisas piorarem por la, caso eu viaje, vc acha q será impossível compra os ingressos por la?

    Parabéns pelo post
    aguardo a sua resposta,
    muitoooo obrigada!!
    Letícia

    • Pôxa Leticia, que honra ser sua “luz” nessa viagem ! kkk Ainda mais que você tem o mesmo nome de uma das minhas filhas 🙂
      Bom, vou tentar esclarecer as suas dúvidas:
      1) A Cité des Sciences é um lugar super grande, com vários espaços distintos, com exposições, eventos, conferências, etc. É legal ir em todas as idades. Acho que a parte dedicada às crianças não é muito adaptada à sua idade. Mas o resto todo sim !
      Por outro lado, existe um outro museu dedicado às ciências que me parece bem mais interessante para você do que essa parte da cité des sciences dedicada às crianças: é o Palais de la Découverte.
      Nesse local, eles fazem apresentações científicas super interessantes para o público. E em cada sala você pode assistir a uma apresentação diferente. Sem contar que ainda tem vários eventos e exposições temporárias. Eu recomendo bastante que você vá lá. Depois me conta !
      2) Em relação à Disney, é bastante frio no inverno. O parque fica num local isolado onde venta e faz frio. Mas a vantagem é que o parque costuma estar bem mais vazio. Bom, a não ser na semana de natal, claro ! Por outro lado, eu não conheço a Disney de Orlando nem a da Califórnia, mas parece que esses parques são bem maiores do que o de Paris. Se você ficou decepcionada com o da California, não sei se vale à pena você ir no de Paris…
      3) Quanto à torre Eiffel, eu não sei se será impossível comprar os ingressos quando você chegar à Paris. Deve ser possível. Mas a desvantagem é que normalmente tem que ficar na fila (o que não é muito agradável no frio 🙂 ) e tem que aceitar subir quando tiver vaga e não no dia e na hora que você quiser …
      Espero ter ajudado e depois me conta como foi 😉
      Te desejo uma super viagem !!
      Um abraço

  12. Juliana dit :

    Luciana…adorei o blog
    Vou a Paris em abril/16 por dez dias..vou com um amigo, queremos conhecer pelos menos 3 paises. Tenho mil dúvidas, nossa primeira viagem fora do brasil…hoteis, alguma indicação barata, água quente e uma boa cama ja nos é suficiente rsrsr…já que queremos aproveitar pra passear…miados de abril, ainda está friozinho por la?

    Ate breve e obrigada

    • Oi Juliana, tudo bom ?
      Desculpe ter demorado tanto para te responder, mas eu ando sempre correndo pra tentar responder a todo mundo 🙂
      Olha, um hotel barato, com cama boa e agua quente, eu recomendo o Ibis Budget Porte de Montmartre. Ele fica na zona norte da cidade (praticamente fora da cidade :-)), mas perto dos transportes e o preço é ótimo.
      Além disso, eu acho que mesmo que sejam quartos simples, o hotel é limpo, tem banheiro no quarto e a cama é boa.
      Quanto ao clima, abril costuma ser um mês legal pra visitar Paris. A primavera esta no auge, os dias ja são bem grandes e a temperatura é agradável.
      Se você quiser mais detalhes, dê uma olhada no nosso post sobre o clima de Paris.
      Espero ter ajudado.
      Um abraço e até breve 😉

  13. Giordanna dit :

    Oi, boa noite!!
    Irei passar 4 dias em Paris, no mês de outubro, gostaria de saber quais as entradas que tenho que comprar com antecedência ?? E qual um restaurante mais sofisticado, que a senhora me indicaria?

    • Oi Giordanna, tudo bom ?
      Olha, eu compraria com antecedência todas as entradas possíveis.
      Isso evita que não haja mais bilhetes quando você quiser e normalmente também te da um acesso prioritário, sem ter que enfrentar filas…
      Se você quiser dar uma olhada no nosso link, nos temos vários ingressos para venda aqui no blog, basta acessar a plataforma do Ticketbar.
      Precisando de alguma ajuda, é so falar.
      Um abraço,

  14. Carolina dit :

    Olá, Luciana!
    Adorei o blog..uma ajuda e tanto!
    Vou para Paris pela primeira vez e ficarei hospedada na Esplanade Nathalie Sarraute. Voce acha que é uma boa opção em termos de localização?

    Obrigada! Beijos!

    • Ola Carolina, tudo bom ?
      Olha, a Esplanade Nathalie Sarraute fica no 18ème, um dos bairros da zona norte de Paris. Ele fica meio afastado do centro, mas sendo perto dos transportes, você poderá chegar facilmente na maior parte dos monumentos e atrações turísticas da cidade.
      Quanto ao nível de segurança, sobretudo à noite, eu não sei como é o ambiente.
      Um abraço

  15. sandra mara landin dit :

    Vou à Paris pela primeira vez, gostaria de saber se meu hotel é em um lugar perigoso(Novotel Paris Est) e qual meio de transporte mais eficiente para chegar a Disney?

    • Ola Sandra, tudo bom ?
      Olha, eu não conheço muito bem a zona leste de Paris, mas o seu hotel fica num bairro com varias redes de hotel e bem perto do metrô. Acho que não deve ser perigoso não.
      Na verdade, existem poucos bairros considerados como “perigosos” em Paris. O que precisa mais é tomar cuidado com a bolsa no metrô ou nas atrações turísticas, etc…
      Quanto ao meio de transporte para ir à Disney, eu acho que o melhor é pegar o metrô e depois o RER.
      Você pode pegar o metrô na estação “Gallieni (Parc de Bagnolet)” na direção de “Pont de Levallois-Bécon”. Você desce na estação “Père-Lachaise” e muda pra linha 3 em direção à estação de “Nation”.
      Chegando la, você tem que pegar o RER A até à Disney (Marne-la-Vallée Chessy).
      Um abraço !

  16. Rosane dit :

    Oi Luciana

    Vou a Paris em outubro e já comprei o bilhete para visita aos Jardins de Monet. Vou em um domingo. Você acha adequado alugar um carro? Estou achando muito complicado comprar os tickets para o trem e, além disso, não queria perder tempo nas filas. Pensei no aluguel do carro por isso. Mas, não sei se é um trajeto tranquilo. O que acha?

    Obrigada!!

    • Oi Rosane, como vai ?
      Olha, eu acho que para visitar os Jardins de Monet, alugar um carro pode ser uma boa opção. O trajeto é tranquilo. Saindo de Paris você tem que seguir em direção à A13 (autoestrada que vai te levar até Giverny). Mas sempre é melhor ter um GPS.
      No entanto, se você vai num Domingo, fique atenta na hora de alugar o carro porque algumas agências não abrem aos domingos, então você pode ter que pegar o carro no sábado e so poderá devolvê-lo na 2a feira. Além disso, algumas cobram 2 diárias quando isso acontece…
      Se você tiver que ficar com o carro dois dias, pode aproveitar a 2a feira por exemplo para visitar o Castelo de Versalhes (que também fica fora da cidade…).
      Um abraço e boa viagem !

  17. Eveline dit :

    Ola querida!! Adorando o seu blog !! Parabens!! Estou planejando uma viagem com meu esposo em agosto pra Paris !! e gostaria de algumas ajudinhas se possivel !! Ja vi q postou varios tipos de hoteis !! Realmente queremos escolher um com um precinho q caiba no nosso bolso !! Estava vendo esse Hotel: Kyriad Paris Clichy Centre 12 rue du marechal leclerc Saint Maurice , na sua opiniao esse bairro eh longe? fica proximo a metro e tem facilidade de ir aos pontos turisticos? Queremos ficar umas 6 noites , queremos ir a londres no bate e volta , disneyland france e conhecer os pontos de Paris mais importantes !!! obg pela atencao !!! beijos

    • Oi Eveline,
      Desculpa ter demorado tanto pra responder, mas além de estar toda enrolada, tive um problema no envio de respostas aos comentários do blog, então as pessoas não estavam recebendo minhas mensagens…
      Enfim, espero que agora esteja funcionando direitinho novamente e que você receba a minha resposta 🙂
      Olha, Clichy não é um bairro, é uma cidade que fica na periferia de Paris. O lugar é simpático e tem bons transportes. Mas não fica no centro de Paris. No entanto, o hotel Kyriad Paris Clichy que eu achei não fica nesse endereço, então, estou meio confusa pra te dar uma opinião mais detalhada…
      Se você quer um hotel bem localizado e com preços interessantes, dê uma olhada no nosso post sobre hotéis baratos em Paris e o outro com sugestoes a menos de 100€ por noite
      Espero ter ajudado…
      Um abraço e boa viagem para vocês 😉

  18. Vinicius dit :

    Bon jour Luciana.
    Eu e minha esposa estaremos em Paris entre os dias 22/07/2015 e 25/07/2015. Gostaria de uma dica sua de transporte para visitarmos o Castelo de Versales, pretendemos ir no dia 23/07. O que seria melhor? Contratarmos um transfer ida e volta ( quem vc indicaria) ou irmos de trem( como ir até lá) . Nosso hotel fica próximo a Gare de Lyon.
    Já comprei o Paris museum pass e para fechar nosso roteiro de viagem falta esta informação sobre Versales.
    Todas suas dicas são muito importantes para nós ,que estamos planejando onde visitar em nossa primeira visita a Paris.
    Desde já agradeço a sua atenção e aguardo ansiosamente seu retorno.
    Um Abraço

    • Ola Vinicius,
      Olha, tanto ir de trem como contratar um transfert privativo são boas opções. Tudo depende do nível de segurança, de conforto e de despesa que você pretende.
      Ir de trem não é muito complicado, mas tem que prever um tempo maior para o transporte e “arriscar” as conexões necessárias…
      O transporte privativo é mais rápido e mais seguro porque a pessoa que vai levar vocês conhece perfeitamente o trajeto e vai respeitar direitinho os horários previstos para a visita. No entanto, essa opção é mais cara.
      Então, para ir da Gare de Lyon até ao Castelo de Versalhes:
      Pegar o metrô (linha 14) em direção de “Saint-Lazare” até à estação Saint-Lazare. Em Saint-Lazare, pegar o trem em direção de Versailles-Rive Droite até Versailles-Rive Droite. Chegando la, seguir as indicações locais para chegar até ao Castelo.
      O trajeto dura cerca de 1 hora…
      Se vocês preferirem um transporte privativo, eu sugiro a Paris Feliz, é so vocês contactarem a Luciana ou o pessoal da empresa, que eles vão dar todas as explicações necessárias. E não esquece de falar que fui eu que dei o contato 🙂
      Espero ter ajudado.
      Um abraço

  19. Tatiana de Souza dit :

    Olá Luciana, tudo bem? pretendo fazer um mochilão para a Europa em janeiro. Pretendo ficar 7 dias na França, mas não estou conseguindo dividir esses dias com Paris e outras cidades legais como Nice. Sei que é curto meu tempo, mas se eu ficar 3 dias em Paris, como posso conhecer as cidades principais? Desde já agradeço… abraço.

    • Oi Tatiana, olha se o seu tempo é curto, o melhor é conhecer as outras cidades de trem (se não forem muito longe) ou de avião (se você quiser atravessar a França inteira, como no caso de ir à Nice)…
      Um abraço e boa viagem !

  20. mario.ss@uol.com.br dit :

    Mais roteiro de Paris pra gente aproveitar. Bjs!!!

    • Pode deixar… estou pensando criar uma sugestão de roteiro de três dias à pé em Paris…
      Em breve 😉
      Beijo

    • ana dit :

      Ola! Adorei suas dicas! Perguntas: então não é necessário alugar carro? Da pra conhecer todos estes pontos turisticos de metro? Tenho férias em Janeiro, vale a pena fazer esta viagem neste período?

      • Ola Ana,
        Realmente, se você não pretende sair de Paris, eu acho que não vale à pena alugar carro. O trânsito é enrolado, é difícil estacionar e os estacionamentos subterrâneos custam uma fortuna. Então, metrô e perna são ótimas soluções 🙂
        Quanto à Janeiro, se você gosta de frio pode ser legal. Mas nao da pra passear livremente o dia todo a pé. Você tem que conciliar passeios na rua, com passeios “fechados”, ou então, andar um pouco, entrar numa loja pra se esquentar, andar mais um pouco, tomar um café num outro lugar, etc…
        Mas a vantagem é que os lugares turísticos não costumam estar muito cheios nessa época e você ainda pode beneficiar do Domingo livre dos Museus (no primeiro domingo de cada mês, a maior parte dos museus de Paris têm entrada franca).
        Se você quiser conhecer melhor o clima de Paris, eu sugiro que você dê uma lida no nosso post sobre o assunto.
        Um abraço

  21. Lilian dit :

    Olá! Parabéns pelo seu site! Vou com meu esposo e dois filhos, 6 e 12 anos à Paris em julho. Já anotei várias dicas!
    Como vamos primeiro para a Disney, vc acha que vale a pena ir direto de RER até lá? Já que desce praticamente na entrada da Disney. Estaremos só com 2 malas grandes, espero que dê para andar pela RER com malas, rs.
    E gostaria de mais uma informação: a transição entre metrô e RER é normalmente perto uma da outra?
    Muito obrigada! Um abraço.

    • Oi Lilian, tudo bom?
      Olha, da pra pegar o RER e ir direto pra Disney sim. E pode andar tranquila com mala.
      E normalmente, se for na mesma estação a transição do metrô ao RER é fácil, so tem que seguir as indicações…
      Um abraço e boa viagem !

  22. Sonia dit :

    Olá Luciana!
    Parabéns pela iniciativa, as informações são excelentes.
    Aproveitando, será que você pode me indicar um site confiável onde eu possa comprar ingressos/passeios, para evitar as filas…
    Dei uma olhada em alguns sites oficiais, como: o da Torre, o de Versalhes, quanto aos não oficiais, pesquisei alguns como: parisbilhetes, viator, mas sabe como é, a insegurança é grande…

    Obrigada pela atenção
    Sonia/Brasil

    • Ola Sonia, tudo bom ?
      Olha, nos agora temos um link aqui no site para venda de ingressos e passeios. Dê uma olhada no nosso menu na pagina principal do site que você vai ver um item “ingressos”.
      Qualquer duvida me fala…
      Um abraço !

  23. CINTIA COSTA DA SILVA dit :

    Luciana, que dicas valiosas. Preciso tirar umas dúvidas com vc. Teria um email pra que eu possa me comunicar no privado? Vou para a França em julho. Aguardo contato. Meu email: cintiarj31@gmail.com

    Obrigada
    Cintia

  24. Ana dit :

    Oi Luciana ! Parabéns pelas dicas e sugestões !
    Estou indo a paris este mês com minha filha e como
    iremos nos hospedar bem pertinho da Champs Elysees
    já fiz vários roteiros a pé pois já conheço Paris. Todavia
    ainda tenho alguns pontos em aberto : poderia me indicar
    um Transfer confiável charles de galier / hotel ?
    Também queria uma dica para ir a Versalhes e Bruges
    na Bélgica. Qual o site para comprar o ticket do
    Metro para cinco dias ? Zona 3 ou 5 ? Museu mesmo
    so pretendemos ir ao Luvre, preciso comprar o museum pass?
    Muito obrigada !!!!

    • Oi Ana, tudo bom?
      Olha, eu sugiro o serviço de transfer da Luciana, da Paris Feliz.
      O melhor é você ligar para ela, dizer que é leitora daqui do blog e pedir as tarifas e as disponibilidades para os serviços que você precisa.
      Eles fazem transferi do aeroporto para o hotel e também organizam viagens à Versalhes e à Bruges.
      Aqui estão os contatos dela:
      Contato na França:
      Ligando do Brasil: 00 (XX) 33 675 36 58 97

      Contato no Brasil para informações e reservas:
      Das 09:00 às 12:00 e das 13:00 às 18:00
      Comercial: 062-3926-0675
      WhatsApp: 062-9688-1504

      Quanto aos bilhetes de metrô, você pode comprar em qualquer estação de metrô. Quanto à zona, depende se você so vai ficar em Paris ou se vai sair do centrinho. Se for so Paris, zona 3 é suficiente.

      Em relação ao Louvre, acho que não vale à pensa comprar o passe se você so vai visitar um museu… Se você quiser comprar o bilhete para o museu com audioguia aqui pelo blog é so clicar no link da Paris City Vision: http://www.pariscityvision.com/pt/visitaaomuseudolouvrecomguiaaudio/?a_aid=5390e012e557a

      Um abraço e boa viagem!

  25. Sérgio Carmos dit :

    Olá, Luciana!

    Amei suas dicas e, visitando Paris irei me deliciar pelo menos com algumas delas… Obrigado! Gostaria de uma informação sua a respeito da Gruta de Lascaux, conheces? É uma pesquisa que realizo para uma disciplina na faculdade e precisaria saber a respeito de como ocorre o turismo por lá, roteiro e pacote turísticos. Agradeço se puder me fornecer uma fonte de pesquisa. Grande abraço!

  26. waldeci dit :

    oi Luciana, quero uma ajuda sobre passeio por Paris, uma visita em Versalhes, almoço no centro, city tour, cruzeiro pelo rio sena e visita ao 2 andar da Torre Eiffel, por 150,00 euro, você acha que vale a pena, ou posso optar por fazer um passeio por conta aos pontos turísticos de Paris e Versalhes, e comprar só os bilhetes de entrada para Torre, Versalhes e o cruzeiro pelo sena, ou outra sugestão que você possa passar, estou indo com minha esposa, estarei nas datas de 02/06 a 07/06, obrigado pela sua atenção.

    • waldeci dit :

      Luciana, se você tiver mais alguma sugestão de passeios que pagam ingressos, e a melhor forma de organizar e adquirir os ingressos, bem como a locomoção para os mesmos, se eu adquirir o Paris Pass, eu posso pedir para entregar no Hotel onde estarei hospedado, estarei no Eiffel Capitol se não for pedir de mais rsrs, você pode organizar os demais passeios que são gratuitos, muito obrigado pela sua atenção, obs.: não sei nada de Francês ou Inglês rsrs.

      • Oi de novo Waldeci 🙂
        Olha, eu não organizo pessoalmente passeios, mas eu já sugeri aqui no blog a Paris Feliz, a empresa de uma brasileira que organiza vários passeios em Paris e até viagens pela França toda (a Luciana). Dê uma olhada no site deles, e se você quiser mais informações ou se for reservar, fala pra ela que você é leitor do blog. Ela vai tratar vocês com o maior carinho e dar super dicas para vocês curtirem bastante todas as atrações de Paris.
        Um abraço

    • Oi Waldeci,
      Olha, eu acho 150€ meio caro para fazer esses passeios. Eu sugiro que você dê uma olhada no Paris City Vision, que propõe passeios legais e mais em conta. Senão, fique de olho porque em breve nòs vamos estar vendendo bilhetes para passeios e city tours aqui no blog diretamente.
      Um abraço

  27. Gabrielle Rosa dit :

    Oi lu!
    Ficarei 20 dias na Europa e pretendo ficar uma semana em Paris.
    Vc acha q em uma semana eu consigo conhecer esses pontos turísticos? Também gostaria de visitar os castelos do Vale do Loire. Vc acha que dá tempo? Ah, sabe me dizer se vale a pena visitar Roma. Vi o preço da passagem de avião e custa 20 euros, é realmente esse preço?
    Adorei seu site. Bjsssss

    • Oi Gabrielle, como vai?
      Olha, uma semana já dá para ver bastante coisa sim. Construindo o seu roteiro direitinho, acho que dá para visitar tudo que eu sugeri. Quanto aos castelos do Vale do Loire, acho que vale à pena sim. Mas o melhor é alugar um carro e ir passeando. Um dia deve chegar. Você pega o carro cedinho e entrega no dia seguinte à mesma hora. A não ser que você queira dormir uma noite num castelo 😉
      Quanto a Roma, eu adoro essa cidade. Achei linda demais!! Isso sem contar o Vaticano. Eu raramente estive num lugar com tanta energia positiva. É de arrepiar… Quanto ao preço, você pode encontrar bilhetes bem baratos sim, mas preste bem atenção porque ele sobe rápido. 20€ deve ser um só trajeto, em dias pré-determinados e sem bagagem nem seguro. Então, faça uma simulação direitinho antes de comprar.
      Se você quiser reservar seus hotéis, dê uma olhada nas nossas sugestões ou faça uma pesquisa no nosso motor de buscas.
      Um abraço e até breve!

  28. Beatriz Oliveira dit :

    Olá Luciana, tenho 16 anos e irei pra França agora no dia 15 estou super ansiosa, irei passar 15 dias, gostei bastante dos lugares mostrado no seu blog e as coisas que você colocou traduzindo vem mim ajudando bastante a aprender pelo menos o básico. Poderia me dizer alguns outros lugares ou se eu poderia ir pra um país próximo? Sei que lá está fazendo muito frio mas eu queria um lugar que cai neve vc sabe aonde posso ir? Beijos

    • Ola Beatriz, como vai?
      Desculpa so estar respondendo agora, mas eu vivo correndo atras do tempo 🙂
      Olha, países próximos da França onde você pode ir facilmente, tem a Bélgica, o Luxemburgo, a Suiça, a Alemanha e a Holanda.
      Quanto à neve, tem a Suiça (mas com essa confusão de moeda, a viagem vai acabar ficando bem cara). Senao, na França mesmo você pode ir às montanhas des Vosges ou entao nos Alpes. Nos dois casos você pode ir de trem à partir de Paris.
      Espero ter ajudado.
      Te desejo uma ótima viagem e muita neve 😉
      Um abraço,

  29. Gleice Gonçalves de Assis dit :

    Olá Luciana, tudo bem?

    Vou para Paris dia 19/06/15 mas já estou mega ansiosa, irei ficar 20 dias vou ficar hospedada na casa de um primo, gostaria de saber se em vinte dias da para visitar todos os pontos turísticos?

    Abraço Gleice

    • Oi Gleice, tudo bom?
      Olha, 20 dias já dá pra ver bastante coisa sim, pode ficar tranquila 🙂
      E melhor ainda, você vai chegar a tempo da Festa da Música !!!
      Espero que você curta bastante.
      Um abraço e uma ótima viagem para você 😉

  30. Sueli grecco dit :

    Oi Luciana, vou á Paris em fevereiro e ficarei 3 dias apenas o que devo ver?
    O que seria melhor ficar Rue de Chaligny- Paris ou Avenue de Friedland?

    grato por suas dicas

    • Oi Sueli, como vai?
      Olha, em três dias, o melhor é visitar os “clássicos”: Torre Eiffel, Tracadéro, Arco do Triunfo, Champs Elysées, Notre Dame, Sacré Coeur e dar pelo menos uma passadinha na frente do Louvre e no Jardin des Tuilleries. Curta também um bom restaurante e não hesite a dar uma voltinha pela cidade à noite (nesse caso, um passeio organizado pode ser uma boa opção)…
      Quanto à localização, pessoalmente, eu diria Avenue Friedland, sem hesitar 🙂
      Se você quiser procurar hotéis legais, dê uma olhada nos nossos posts sobre o assunto ou faça uma pesquisa no nosso motor de buscas 😉
      Um abraço e uma ótima viagem para você…

      • romulo dit :

        Luciana, tudo bem!

        Excelente trabalho de comunicação e informações.

        Estarei indo a Paris amanhã, ficarei 6 dias andando de boa nos pontos principais e claro degustando à culinária.

        Após esse período irei me locomover para Suiça, passar o natal com parentes. Em Luzern, inicialmente aluguei um veículo para essa aventura, com o google maps, o reteiro se faz em 600K (6-7 horas) pretendo sair cedo e chegar ao entardecer.

        Saberias me informar se esse trajeto é tranquilo de fazer com calma e sem pressa?
        Irei parando com calma, já programei uma parada de 2 horas em strasbourg e uma de 3 horas em Colmar.

        Mas como Carioca, fico temeroso com as estradas rápidas, no inverno.
        Sei que neve não esta mais fazendo…..mas sei não né?

        Grato

        • Oi Rômulo, como vai?
          Fico feliz que você esteja gostando do blog 🙂
          Olha, as estradas rápidas não são um problema no inverno (só se estiver chovendo muito). Muito pelo contrário, são as estradas mais seguras nessa época do ano porque elas são tratadas o tempo todo para não ficarem escorregadias nem cheias de neve. Na verdade, eu estive na Suiça no início do mês passado. O trajeto é tranquilo, mas faça atenção ao roteiro que você vai pegar porque o nosso GPS nos fez passar por umas estradinhas de montanha no final da viagem que foram muito cansativas e que dão medo quando a gente não está acostumado a dirigir na montanha. No cálculo do seu trajeto, tome em consideração também que nessa época do ano anoitece bem cedo. Então, a parte da viagem feita à noite e quando a gente já está cansado é mais difícil.
          Daqui de casa até Geneve são 750 km. A gente levou 9h30 até lá.
          Quanto a passar por Strasbourg, isso representa um desvio importante. Em termos práticos, se você passa pelo Norte, as melhores paragens seriam em Nancy et depois Basel. Pelo sul, Dijon e Basel. A não ser que você queira muito conhecer Strasbourg 🙂
          Bom, espero ter ajudado 😉
          Um abraço e uma ótima viagem para você!

  31. CLEIDE FERREIRA dit :

    Olá Lú,

    Estou apaixonada pelo seu blog…perfect…eu e meu esposo estamos indo passar nossa lua de mel (9 anos de casados..kk) dos dias 05 a 09 de abril/15. Como é o clima neste período? E uma amiga reservou o hotel ¨ Grand Hotel Magenta¨ o que você acha? Vou fazer uma reserva de turismo pela empresa que você indicou Paris City Vision ..achei show de bola. E também visitar as lojas indicadas no seu post sobre as lojas mais acessiveis de Paris….Estou muiiiiiito ansiosa para esta viagem.
    Deus te abençoe. Seus projeto é ótimo.

    • Oi Cleide, tudo bom?
      Olha, abril costuma ser um mês bem agradável… É primavera, a cidade está bem florida, os dias são grandes e não costuma fazer muito frio. Às vezes chove um pouco, mas isso também faz parte do charme de Paris 🙂
      Quanto ao “Grand hotel magenta”, vou ser bem sincera… Eu não gosto muito desse bairro e acho que ele é caro para as prestações oferecidas. Se você quer algumas dicas de hotéis, dê uma olhada no post que eu escrevi com sugestões de hotéis legais, confortáveis e baratos:
      Precisando de mais alguma coisa, é só falar 😉
      Um abraço…

  32. Daniel Elias dit :

    Boa tarde Luciana !
    Muito legal seu site, estou indo para a França no dia 10 de outubro.
    Ficarei em Paris nos dias 11 e 12 de outubro, irei para Brest no dia 13 aonde permanecerei até o dia 17 de outubro. No dia 17 de outubro de manhã retornarei para Paris, aonde ficarei até o dia 19 à noite. Resumindo : terei 4 dias e meio líquidos em PARIS!
    Bom, algo que percebi é que a malha de transportes é bem completa e integrada, porém estou com dificuldades para entende-la. Teria como me ajudar? Como fazer para ir para as principais atrações etc…
    E se você tiver dica de hotel que fique perto e saia barato, eu agradeceria também.

    • Olá Daniel, como vai?
      Olha, realmente, os transportes em Paris são super bem organizados. Não fique preocupado… Na verdade, eles funcionam por zonas, a zona 1 é o centrinho de Paris, e as outras zonas são círculos cada vez mais afastados do centro…
      Para chegar às principais atrações, dê uma olhada no nosso post . Acho que ele pode te ajudar…
      Em relação a dicas de hotéis, eu também escrevi há pouco tempo um post com várias sugestões: .
      Se você ainda tiver alguma dúvida, ou se não conseguir reservar pelo blog, me fala…
      Um abraço e até breve…

  33. joao pedro neves maia dit :

    OLA , muito legal o site….gostaria de saber se vc pode me ajudar a estimar quanto em media eu gastaria em paris ficando 4 dias e sem nenhum luxo aparente , apenas passeios alimentaçao e um ou outro souvenir….periodo seria final de janeiro de 2015…agradeço desde ja!

    • Olá João Pedro, legal que você gostou do site 🙂
      Olha, é complicado calcular um custo médio sem conhecer os teus hábitos de compras e de alimentação… Bom, eu diria que regulando direitinho os gastos, você deve gastar entre 50 e 100€ por dia (conforme os passeios que você fizer e o que você quiser comer e comprar de presente…).
      Espero ter ajudado…
      Um abraço

  34. JORGE CESAR DE ASSIS dit :

    Prezada Luciana, descobri teu site, muito bom. É a primeira vez que vamos à França, ainda que por pouco tempo. Estarei em Paris de 21 a 26 de setembro, tá em cima. Vou para um evento de Direito Militar, nos dias 22 e 23, e ficarei mais 2 dias com minha esposa. Na terça à noite iremos jantar no bateau Mouche, no Sena. Não quero ficar andando de van, passando por vários lugares mas sem tempo para conhecer nenhum, mas sim aproveitar o pouco tempo para conhecer bem alguns lugares. Pensei em visitar: Torre Eiffel, Catedral de Notre Dame, um período de compras na avenida dos campos elísios (me disseram que as Galerias Laffayette são muito boas). Quero aproveitar para ir em lugares onde tenham boas praças de alimentação. Quem sabe ir até o Castelo de Versalhes (é longe de Paris?) . Vou ficar no Hotel Mercure Eiffel.
    O que você me sugere

    • Olá Jorge, tudo bom?
      Fico feliz que o blog esteja ajudando vocês 🙂
      Olha, realmente, 2 dias em Paris é curto. Mas acho que você tem razão, é melhor conhecer pouca coisa mas aproveitar bastante do que ficar rodando a cidade inteira sem conhecer nada…
      O seu programa é bom, mas se vocês tiverem um tempinho, eu acrescentaria o Sacré Coeur e tentaria pelo menos dar uma passadinha na frente do Louvre (pra pelo menos ver a pirâmide 🙂 ).
      Quanto às Galeries Lafayette, realmente tem bastante opção e os produtos são ótimos. Mas na verdade, elas não ficam no Champs Elysées, ficam no Boulevard Haussmann, metrô 3 “Havre – Caumartin”, Metrô 9 “Havre – Caumartin”, Metrô 7 “Chaussée”.
      Se você quiser um “avant-goût”, dê uma olhada no site para ter uma idéia dos produtos que eles comercializam: http://haussmann.galerieslafayette.com
      Em relação a praças de alimentação, isso não existe muito em Paris. Assim como shoppings nos modelos do que a gente conhece no Brasil e em Portugal. Acho que o melhor que você pode achar nesse gênero são as Galeries Lafayette mesmo (pelo menos no centro de Paris) e eles têm uma parte “Gourmet” que é bem interessante…
      Quanto ao Castelo de Versalhes eu acho que fica meio apertado para ir se vocês só vão ficar 2 dias. Ele fica a cerca de 20 km de Paris. Mas se vocês quiserem ter uma idéia do percurso e das opções de transporte, dê uma olhada no nosso post: “Como chegar facilmente nos principais pontos turísticos de Paris
      Bom, espero ter ajudado…
      Um abraço e uma ótima viagem para vocês…

  35. Nice dit :

    Olá querida,
    Parabéns pelo excelente site e por nos proporcionar
    uma ajuda singular

    • De nada Nice… É um prazer 😉
      Volte sempre…

      • Luciana dit :

        Olá Luciana, tudo bem?
        Lendo seu blog descobri por acaso que vc falava muito bem de nossos serviços de traslados e passeios em Paris.
        Estou passando para deixar um “oizinho” e dizer que me alegraria muito te conhecer pessoalmente. Você continua morando em Paris?
        Caso você queira entrar em contato:
        Luciana@parisfeliz.com
        Um abraço
        Parabéns pelo lindo trabalho!

        • Oi Luciana, tudo bom?
          Fico feliz que você tenha gostado do blog…
          Atualmente eu estou morando na Vendée, mas quem sabe quando eu for a Paris a gente possa se encontrar 🙂
          Um abraço e obrigada pelo carinho…

          • Luciana dit :

            Lu, minha sogra mora aí. Vou bastante nessa região. Tenho até coleção de fotos nas colheitas de morangos…
            Me liga, tenho algo pra falar com vc …
            0675365897
            Bj
            Lu

  36. waldeci chiceri dit :

    Luciana bom dia, estarei indo a Paris em Lua de Mel no mês junho de 2015 e pretendo ficar entre 8 dias, como não falo inglês e nem francês, consultei o hotel Eiffel Capitol que tem recepcionista que falam Português, por gentileza você pode me dizer se este hotel é bom, e por estar perto das atrações principais de Paris, e se você pode me dar referências de outros hoteis que tem esta facilidade da lingua, e algumas dicas referentes a passeios e restaurantes, bem como o meio mais facil de adquirir ingressos e reservas, desde muito obrigado pela sua atenção.

    • Oi Waldeci, tudo bom?
      Olha, o hotel Eiffel Capitol é uma boa opção sim… Ele fica bem localizado e os quartos são bem modernos, confortáveis e bem decorados.
      Se quiser reservar, clique no link acima.
      Para outras opções, eu estou escrevendo um post com novas dicas de hotéis baratos. Fique de olho 😉
      Quanto a dicas de passeios, eu sugiro o site Paris City Vision. Eles têm vários passeios pela cidade, passeios no Sena, visitas a monumentos, museus, etc. Os programas são bem feitos e os preços acessíveis…
      Um abraço e boa viagem…

  37. Lucia Izabel Vieira dos Santos dit :

    Estarei em Paris com uma amiga, no período de 10 a 20.09.2014. Neste período estaremos hospedadas no Adágio Paris Montmartre e gostaríamos de dicas sobre passeios a pé e de transportes públicos. Supermercados próximos, onde pudéssemos comprar suprimentos para nossos cafés da manhã e pequenos lanches. Pretendemos fazer nossas refeições (almoços) nos Restaurantes Universitários é possível. Somos duas senhoras de mais de 60 anos.
    Abraços!

    • Oi Lucia, tudo bom?
      Olha, passear a pé em Montmartre é bem legal. O bairro todo é bem típico e cheio de charme. O Adagio Paris Montmartre fica bem perto do funiculaire (trenzinho) de Montmartre, que vai até ao Sacré Coeur. Quanto aos transportes públicos, a estação de metrô “Anvers” fica bem perto do Hotel. Você também pode pegar o ônibus ou dar uma volta de Tramway que é bem legal. Se você preferir passeios organizados, eu recomendo a Paris City Vision que organiza passeios bem legais a preços interessantes.
      Quanto aos restaurantes universitários, realmente alguns permitem o acesso de pessoas exteriores à Universidade. As refeições são completas e equilibradas e o preço é bem acessível.
      Um abraço e boa viagem!

  38. alessandra toledo dit :

    Ola Luciana,
    Que bacana o seu blog! adorei!
    Irei comemorar os meus 50 anos em setembro em Paris!!!! um sonho a ser realizado!
    Serão 10 dias e gostaria de programar antecipadamente os roteiros dia a dia. vc consegue me ajudar? tipo
    dia 1- museu louvre e x,x,x,
    dia 2- torre Eiffel e x,x,x,
    dia 3- versalles o dia inteiro
    dia 4-Sacre Couer e x,x,x,
    Daí a partir desse roteiro irei acrescentando as diversas dicas que estou recebendo, lojinhas, restaurantes, etc
    Desde já Obrigada pela ajuda!
    Forte abraço!

    • Oi Alessandra, tudo bom?
      Pôxa, que legal, 50 anos em Paris é tudo de bom 😉
      Olha, para o seu roteiro, fica meio difícil de programar tudo assim… um roteiro sempre é bem pessoal, depende muito do seu jeito e do que você pretende visitar…
      O que eu costumo sugerir é de estabelecer o roteiro por proximidade geográfica. Por exemplo:
      1º dia: Torre Eiffel, Champs de Mars, Trocadero, Arco do triunfo e Champs Elysées.
      2º dia: Museu do Louvre e Jardim des Tuilleries
      Etc…
      Dê uma olhada num mapa da cidade e regroupe os monumentos ou locais que você pretende visitar… Assim você não perde muito tempo nas deslocações.
      Espero ter ajudado…
      Um abraço e boa viagem 😉

  39. cristina dit :

    Boa tarde Luciana, eu e meu marido vamos à Paris em 3 de outubro e ficaremos 7 dias, estamos comemorando 25 anos de casamento. Voce teria alguma sugestão de restaurante para nós comemorarmos a dataa? A Torre Eifel não consegui reseva pelo site, teria alguma sugestão de sites bons e seguros que tenham o passeio a noite na torre e Giverny vc acha melhor alugar um carro ou ir de trem? Gostei das dicas , muito obrigada
    Cristina

    • Olá Cristina, tudo bom?
      Nossa, que romântico, bodas de prata em Paris 🙂
      Olha, sugestão de restaurante em Paris é super difícil… tem tantos !! Mas bom, para um jantar a dois, posso te sugerir o clássico “L’Hôtel“, considerado como um dos restaurantes mais românticos de Paris. Cheio de classe e de estilo, ele era muito frequentado por Oscar Wilde. O menu completo sem vinho fica em 110€ por pessoa (no jantar).
      Outra sugestão é o célebre “Laperousse“. Esse restaurante que existe há mais de 200 anos, é um dos mais conhecidos da capital Francesa. Charme e requinte, além de um cardápio sublime 🙂 O menu para o jantar fica em torno de 125€. No almoço é mais barato…
      Detalhe: não esqueça de reservar com antecedência ! Esses restaurantes são frequentadíssimos. Impossível conseguir uma mesa sem reservar…
      Quanto aos passeios na Torre Eiffel à noite e a Giverny, eu sugiro que você reserve pela Paris City Vision. Eles fazem excursões bem legais com bons preços. Por exemplo, o passeio que inclui um city tour + visita da torre à noite + passeio de barco pelo rio Sena fica em 65€ por pessoa. Para os passeios a Giverny, clique aqui.
      Quanto ao hotel, se você ainda não tiver reservado, dê uma olhada nas nossas sugestões ou faça uma pesquisa no nosso motor de buscas…
      Espero ter ajudado…
      Um abraço e uma ótima viagem para vocês 😉

  40. Juliana dit :

    Olá Luciana!! Vou viajar em agosto para Paris. Vc poderia me dar dicas de roupas? Se posso usar shorts ou saias. Atenciosamente.

    • Oi Juliana, tudo bom?
      Desculpa estar respondendo tão em cima da viagem mas não tenho conseguido responder rapidamente. Tenho muuuuuitas mensagens para responder 🙂
      Bom, Agosto é verão… mas o problema é que o clima em Paris nunca é muito certo…
      Você pode trazer shorts e saias, lógico. Mas não esqueça de trazer também uma calça jeans e uns casaquinhos. Normalmente a temperatura durante o dia é agradável, mas à noite sempre fica meio friozinho. Por exemplo, hoje (6 de agosto) o tempo está meio incerto: sol e chuva. Temperatura máxima prevista para Paris: 22º. Mínima: 17º…
      Um abraço e boa viagem 😉

  41. Greico de carvalho Pinto dit :

    Olá Luciana. Suas dica são excelentes. Obrigado. Vou passar a lua de mel em Paris(26/11/14 a 02/12/14).
    1- Como é o clima nessa época?Que tipo de roupa devo levar?
    2-Quais os locais imprescindíveis para eu conhecer Paris em 5 dias? Existe um dia melhor para ir ao Museu do Louvre, Palácio de Versalhes e Disneyland?
    3-Você acha melhor eu comprar todos os passeios/pacotes pela PARISCITYVISION ou comprar ingressos nos sites dos pontos turísticos e ir por conta própria?Quais pontos turísticos você acha melhor eu conhecer por conta própria? obs: não falo francês e entetndo e falo muito pouco inglês.
    4-Vou me hospedar no IBIS CAMBRONNE. É um hotel bem localizadao. Eles cobraram R$2.600,00 p um casal+café. O preço está bom?
    5-Onde posso comprar um transfer de Orly para o Ibis Cambronne(ida-volta)?.
    5- Obrigado pela atenção.

    • Olá Greico, tudo bom?
      Que bom que as dicas estão ajudando… Espero que vocês aproveitem bastante… Lua de mel em Paris é muito legal mesmo 🙂
      1) olha, novembro costuma ser um mês chuvoso. Não faz muito frio ainda, mas não tem muito sol e os dias não são muito grandes… O bom é trazer agasalho de qualidade (ou comprar aqui), casaco impermeável, gorro, cachecol e luvas. Um bom calçado também é indispensável.
      2) Os indispensáveis são Torre Eiffel, Arco do Triunfo, Basílica do Sacré Coeur, Catedral Notre-Dame de Paris, Louvre e Palácio de Versalhes. Eventualmente a Disney, para quem gosta… Quanto ao Museu do Louvre, eu recomendo ir às 4as ou 6as feiras porque ele fica aberto até mais tarde (21:45). Senão, pra quem tem coragem de encarar fila :-), no inverno a entrada no museu é gratis no 1º domingo do mês (não só no Louvre mas na maior parte dos museus franceses)… Ah é, ía me esquecendo… não programar pra ir às 3as feiras: o museu não abre nesse dia! A Disney, o melhor é não ir nos finais de semana… Quanto ao Palácio de Versalhes também… o melhor é evitar os finais de semana, mas em Novembro é relativamente tranquilo…
      3) Quanto aos passeios, se você não fala francês, acho melhor reservar o máximo que você puder pela internet. A Pariscityvision é uma boa empresa com vários passeios interessantes. Se você quiser reservar o Louvre com Audioguia, também pode reservar pela ParisCityVision. Não hesite, reserve todos os que te interessarem e assim venha com todos os passeios organizados. É uma tranquilidade 🙂
      4) O preço me parece correto… Mas da próxima vez você pode reservar aqui pelo blog e ajudar a valorizar o trabalho da gente 😉
      5) A partir do aeroporto de Orly, existe uma navette que vai até à Place Denfert-Rochereau. Dali você pode pegar o metrô para ir até ao hotel. Quanto aos bilhetes da nevette, você pode comprar no próprio aeroporto ou então pela internet.
      Espero ter ajudado…
      Um abraço, felicidades pelo casamento e uma ótima lua de mel para vocês 😉

  42. Luzia Aparecida Gonçalves Azzi dit :

    Querida Luciana saudações, fiquei encantada com o seu blog, muito agradecida, Deus abençoe você e os seus familiares. Acredito que talvez você possa nos ajudar, eu e o meu esposo vamos ficar de 08/10/2014 até o dia 28/10/2014, na cidade de Meaux( Paris). pretendemos fazer bate-volta em vários países da Europa, como vamos ficar muito tempo, estamos tetando fazer o máximo de economia, e por isso estamos procurando um quarto de família para alugar. Você poderia nos informar se existe este modo de hospedagem em Meaux, e se existe como fazer para reservar? Sem mais muito agradeço a sua ajuda, que Deus e Jesus a recompense por tudo.

    • Oi Luzia, tudo bom? Fico feliz que você tenha gostado do blog e que ele esteja ajudando vocês…
      Olha, quarto de família para alugar eu não conheço não… Mas eu achei um apartamento bem legal e com um bom preço: o Adagio Torcy. O unico “detalhe” é que ele não fica bebem em Meaux, ele fica a uns 19 km…
      Senao, você pode dar uma olhada no site http://www.abritel.fr. Às vezes tem apartamentos legais para alugar diretamente aos proprietários… Pode ser uma boa opção …
      Espero ter ajudado.
      Um forte abraço e boa viagem para vocês…

  43. Margo Murawski dit :

    Olá Luciana!

    Adorei seu blog, adorei suas dicas!
    Eu e minha filha vamos à Paris neste setembro, serão dez dias. Ela já esteve na cidade luz por cerca de três dias em uma viagem que fez pela Europa, mas agora seremos nós duas nos aventurando por lá. Gostaria de uma dica, se souber de algum restaurante vegano ou vegetariano bom e relativamente acessível $$$ 🙂
    Talvez mais próximo da data venha lhe procurar novamente para colher mais dicas.
    Um beijão!!!

    Margo Murawski

  44. alexandre dit :

    Boa noite Luciana, ótimo seu blog. Eu e minha esposa estamos nos preparando para conhecer Paris em setembro. Ficarei 10 dias, gostaria de conhecer os castelos no interior da França também você tem alguma dica?

  45. Rosemary do Carmo Silva Rodrigues dit :

    Olá Luciana,
    Tudo bem?

    Estou com uma viagem agendada para a Europa em outubro/2014. Começamos por Lisboa, Madri, Bordeaux e Paris ( 10 dias apenas), por isso leio as suas dicas. Gostaria de alguns esclarecimentos, pois é a primeira viagem internacional da família. Eu, meu esposo e filhos ( 18 anos e 11 anos). Vamos lá:

    _ O seguro de viagem é obrigatório? Qual é o valor?
    _ A temperatura em outubro como é?
    _ Sugestões de passeios no prazo de 3 dias.
    _ Quantidade de euros para a família.
    ( Estamos indo por uma agência, roteiro entre os países terrestre, hospedagem, café da manhã e uma refeição já inclusos).
    _ O que levar na bagagem para esse período do ano em Paris?
    _ Alguns pontos turísticos, é uma visita panorâmica, ou seja, bem superficial. Como faço para retornar , por exemplo, a Torre Eiffel.
    _ Você conhece esses hotéis: Mercure defense 5, novotel Paris Est e Mercure st. Cloud? Qual a localização? É de fácil acesso aos pontos turísticos?
    Parabenizo pelo seu trabalho, é muito interessante e de grande valia para nós, que estamos planejando com muito entusiasmo essa viagem.
    Merci,
    Rosemary

    • Olá Rosemary, tudo bem?
      Pôxa, você me mandou umas perguntas meio difíceis de responder hein 🙂

      O seguro de viagem é obrigatório? Qual é o valor?
      O seguro de viagem não costuma ser obrigatório, mas é melhor ter um. Ele costuma cobrir perdas e bagagem, atraso de vôo, etc… Mas antes de pagar um seguro à parte, confirme se o seu cartão de crédito já não tem um. Normalmente o Visa Gold e o Mastercard Gold têm ótimos seguros de viagem (a única condição para beneficiar é pagar a viagem com o cartão)…

      _ A temperatura em outubro como é?
      Normalmente em outubro não faz muito frio… Talvez uma média de 15º durante o dia e 7/8 à noite…

      _ Sugestões de passeios no prazo de 3 dias.

      Em 3 dias acho que o melhor é conhecer os clássicos: Torre Eiffel, Arco do Triunfo, Museu do Louvre, Jardin des Tuilleries, Catedral de Notre-Dame e Basílica do Sacré Coeur… O resto do tempo, uns passeios panorâmicos permitem de ficar com uma idéia mais global da cidade…

      _ Quantidade de euros para a família.
      ( Estamos indo por uma agência, roteiro entre os países terrestre, hospedagem, café da manhã e uma refeição já inclusos).

      Bom, para uma refeição, deslocações, lembrancinhas e entrada nos monumentos eu diria entre 100 e 150€ por dia (para 4 pessoas). Mas orçamento familial é uma coisa muito relativa, depende dos hábitos de vocês…

      _ O que levar na bagagem para esse período do ano em Paris?

      Um bom sapato, um bom casaco, um sweat ou polar quentinho e talvez uma echarpe… Guarda-chuva também é uma boa 🙂

      _ Alguns pontos turísticos, é uma visita panorâmica, ou seja, bem superficial. Como faço para retornar , por exemplo, a Torre Eiffel.

      Pegue o metrô. A Torre Eiffel fica no Champs de Mars. Os pontos de metrô mais perto do monumento são: Trocadéro (linha 9) ou Bir-Hakein (linha 6)

      _ Você conhece esses hotéis:

      Mercure defense 5 – É um bom hotel, mas ele não fica no centro de Paris, fica a uns 15 minutos de metrô dos principais monumentos. Ele fica no bairro de La Défense, é o bairro de negócios da cidade…

      novotel Paris Est – É mais afastado ainda do Centro. Pessoalmente não gosto muito desse bairro… Senão, o hotel em si é bom…

      e Mercure st. Cloud? Mesma coisa… Bom hotel mas meio afastado do centro…

      Qual a localização? É de fácil acesso aos pontos turísticos? Se você puder escolher, eu sugiro que você prefira o Mercure Defense ou o Mercure Saint Cloud. Eles ficam um pouco afastados do centro, mas são bons hotéis e os bairros são bonitos e bem frequentados. Quanto aos bairros do norte de Paris, eu sou muito mais reticente…

      Parabenizo pelo seu trabalho, é muito interessante e de grande valia para nós, que estamos planejando com muito entusiasmo essa viagem.

      Obrigada 🙂 Espero ter ajudado…

  46. Vanessa Ramos dit :

    Luciana, parabéns e obrigada pelo blog!
    Tentei comprar os ingressos para a Torre mas não consegui… Nenhum horário disponível para os dias que eu ficarei aí, entre 12/07 e 20/07.
    Beijos

    • Oi Vanessa,
      Pôxa, que chato! Realmente no verão é bem difícil comprar ingressos para a Torre. A única coisa que eu posso te dizer é pra continuar procurando… Às vezes, pode ter alguma desistência e você conseguir comprar… E se você quiser ir de qualquer jeito, o negocio é encarar fila e tentar comprar o ingresso la na torre mesmo…
      Um abraço e boa sorte 😉

  47. Stephanie dit :

    Desculpe-me, me empolguei em poder conhecer detalhes de Paris por alguém que morar ai e não me dei conta que posso curtir sua pagina no Facebook.

  48. Stephanie dit :

    Olá Luciana, estou amando seu blog, sou apaixonada pela França, e tudo relacionado a ela. Tenho a intenção de estudar em Paris em aproximadamente 2 anos, amigos que estiveram ai a passeio disseram me que Paris é perigosa, gostaria de saber qual a sua visão da cidade, para que não me deixe levar pela visão de alguns turistas, pois assim como você pretendo viver em Paris.
    Desde já agradeço.

    PS: Posso enviar solicitação de amizade no Facebook?

    • Oi Stephanie, tudo bom?
      Fico feliz que você esteja gostando do blog…
      Quanto à segurança em Paris, eu não tenho uma visão muito negativa… Mas claro, Paris é uma cidade grande, com todo tipo de população e todo tipo de bairro. Então, a noção de perigo é muito relativa, depende de aonde você anda, com quem e a que horas…
      Eu não sou de sair até muito tarde, então nunca me senti em perigo. E se você estiver acompanhada e frequentar lugares “normais”, não tem porque ter problema. Mas bom, não estou dizendo que não possa acontecer… A criminalidade existe, como em qualquer capital do mundo. Mas tem muita polícia circulando também 🙂
      Bom, espero ter ajudado. Um abraço e boa estadia em Paris…
      P.S – se quiser pode me convidar, mas eu não frequento muito o Facebook 🙂

  49. Allan Ribeiro dit :

    Olá, Luciana!
    Quero te agradecer pelas suas dicas, que foram muito úteis em nossa viagem… Embora estivéssemos sem guia turístico, nos sentimos muito seguros para escolher quais as atrações realmente valiam a pena. A viagem foi inesquecível!!! Se tiver um tempo, publicamos algumas fotos no link http://www.criseallan.blogspot.com.br. Obrigado por enriquecer a web com seu excelente conteúdo!!!

    • Olá Allan, tudo bem?
      Nossa, adorei as fotos de vocês. Muito legal mesmo 🙂
      Fico feliz de saber que deu tudo certo e que as nossas dicas foram úteis.
      Um forte abraço e até breve…

  50. Tashi Andrade dit :

    Boa noite Luciana Ferreira.

    Meu nome é Tashi Solrac de Andrade. Muito prazer. Vou viajar em agosto com meu esposo e um casal de amigos que tem um filho de 5 aninhos. Ficaremos três dias na França e quatro na Espanha. Sei que o tempo sera curto, mas gostaríamos de aproveitar ao máximo. Gostei muito da sua pagina, estamos seguindo suas dicas. Tenho algumas duvidas gostaria da sua ajuda.
    1) Da França para a Espanha qual trem/agência devemos utilizar? Costuma ser de facil acesso para Barcelona? O que sai mais em conta aviao ou trem? Tem que fazer reserva scom antecedência, por onde?
    2) tem problema, utilizar trem, de um pais para o outro, como é a politica para brasileiros, é fácil?
    3) Afora a Disney qual passeios podem ser feito para crianças de 5 anos?
    4) O nosso perfil é jovens casados que gostam de cultura, conhecer a cidade e diversão. Quais passeios indica para dia e noite que podem ser feitos e devem ser feitos em 3 dias. Dentro deste roteiro que criou qual a melhor forma de o fazê-lo dia a dia como sugere?
    5) Tem alguma agencia que indica para esse tour, que faça um roteiro, no Brasil ou por ai, indique city tour bus?
    6) Como é o clima por ai em agosto? Que tipo de roupa devemos levar?
    Desde já agradeço pela atenção e parabenizo pela iniciativa. Aquele cursinho com vocabulários básicos é um máximo virei sua fã kkkk um abraço.

    • Oi novamente Tashi 🙂
      Bom, vou tentar responder a tudo…
      1) Andei olhando os preços no mês de Agosto para ir de Paris a Barcelona. Parece que é mais barato ir de avião do que de trem. Os bilhetes de avião que eu achei ficam em cerca de 130€ por adulto (ida e volta com a Transavia) e o trem fica em torno de 191€. Quanto mais cedo você fizer as reservas, mas chances você terá de conseguir um bom preço.
      2) Andando de trem ou de avião a política das fronteiras é a mesma. O melhor é você se informar aí no Brasil com a Embaixada de cada país que você quer visitar…
      3) Todos os passeios podem ser feitos com uma criança de 5 anos, acho que é só uma questão de não andar muito tempo sem parar para ele descansar um pouquinho, beber agua ou tomar um sorvete 🙂 Senão, os passeios à noite talvez sejam um pouco complicados…
      4) Quanto ao roteiro que eu propus, acho difícil fazer tudo em somente 3 dias. O melhor talvez seja você selecionar os que você prefere e organizar seu próprio roteiro… Senão, à noite pode ser legal fazer um passeio no bateau mouche.
      5) Quanto aos passeios, a melhor agência que eu conheço é Paris City Vision. Além de terem uma oferta enorme de passeios, eles ainda propõem comentários audioguia em português. Recomendo bastante !! Ah, e eles também têm vários passeios à noite…
      6) Agosto é verão. Traga roupas leves, mas não espere uma temperatura tropical 🙂 E se puder, traga um casaquinho au cas où… Afinal, em Paris, nunca se sai à noite sem um casaquinho 😉
      Um abraço e boa viagem

      • Tashi Andrade dit :

        Luciana,

        Muito obrigada pela atenção. Seu blog foi uma benção nas nossas vidas, é nossa primeira vez na Europa e estávamos com muitas idéias, mas sem direcionamento. Hoje, sabemos onde ir, onde ficar, e milhões de dúvidas respondidas nos comentários eram a nossa. Deus te abençoe e multiplique toda ajuda que tem dado com este blog. Um abraço!!!

  51. Raquel dit :

    Olá Luciana, viajarei para Paris em 1º de Setembro deste ano e adorei suas dicas. Estou em dúvida sobre como é o tempo neste período, e portanto que tipo de roupas levar.
    Poderia me ajudar?

    • Oi Raquel, setembro costuma ser um mês bem agradável em termos de temperatura. Não faz muito calor e já tem aquele arzinho de outono no ar. Para passear é ótimo 🙂 Em termos de roupas, eu diria que calça jeans e camiseta são uma boa base e um cardigan para completar. Um bom casaco também é importante se você quiser passear à noite…
      Espero ter ajudado.
      Um abraço e boa viagem…

  52. Rosely dit :

    Oi, Luciana! Estou admiradérrima de como você dispõe de uma parte do seu tempo para ajudar aqueles que, como eu, se aventurarão na cidade-luz… Mil Parabéns!! Suas dicas são ótimas mesmo! Chegarei em Paris, com a graça de Deus, em 21 de junho e gostaria de saber qual a melhor maneira de vir do aeroporto CDG ao hotel Ibis Paris Tour Eiffel, que fica na 2, rue Cambronne, 75015. Como pretendo dar um “pulo” em Amsterdam também, pergunto se você sabe se o jeito mais econômico é ir de trem (TGV ou Thalys) ou de avião mesmo. Gratíssima, querida! Au Revoir!

    • Oi Rosely, obrigada pelos elogios 🙂 Sempre fico feliz de saber que as minhas dicas ajudam as pessoas que estão vindo a Paris…
      Olha, para ir do Aeroporto Charles de Gaulle até à Rue Cambronne, você deve pegar o RER B (trem) que sai do aeroporto em direção a “Saint-Remy-les-Chevreuse”. Depois, você deve descer na estação “Denfert-Rochereau” e pegar a linha 6 do metrô em direção a “Charles de Gaulle-Etoile”. Aí é só descer na estação “Cambronne” e ir andando até ao hotel. Você deve levar cerca de 1 hora para fazer esse trajeto.
      Quanto à sua ida a Amsterdam, as tarifas para ir de avião ou de trem são sensivelmente as mesmas (181€ de avião e 184€ de trem – atenção, peguei datas aleatórias no final do mês de junho). Nesse caso, eu acho que o melhor talvez seja ir de trem. A estação fica bem no centro de Paris (Gare du Nord) e mesmo se a viagem de trem é mais longa (3H15 contra 1H15 de avião), se você contar o tempo de ir até ao Aeroporto, fazer o check in, esperar, etc. eu acho que acaba sendo mais rápido e mais prático ir de trem. Mas enfim, sendo o mesmo preço, é uma questão de preferência…
      Um abraço e à bientôt 🙂

  53. Maria de Lourdes dit :

    Oi Luciana.
    Chego com minha filha em Paris no dia 03/07/14. Vou passar 14 dias e queria muito conhecer o sul da França. É um sonho antigo. Porém, quero ir à Londres também. Afinal é a minha 1ª vez na Europa. Tenho receio de ficar de um lado para o outro e acabar não conhecendo nada direito e voltar frustrada. Acha que só 8 dias em Paris consigo sentir a atmosfera da cidade dos pariensienses? Estou num dilema.
    Lourdes.

    • Oi Maria de Lourdes, tudo bem ?
      Olha, 8 dias em Paris já dá pra conhecer bastante coisa… Pelo menos as atrações principais da cidade. Mas os outros dias talvez sejam bem corridos pra poder ir até ao sul da França, voltar a Paris e depois ir a Londres…
      Mas enfim, acho que dá pra fazer… Só tem que se organizar bem e escolher vôos bem cedinho pra poder aproveitar o resto do dia quando chegar nas cidades…
      Espero ter ajudado.
      Um abraço.

  54. Danielle Néo dit :

    Olá, Luciana! Espero que esteja bem.
    Não tem como não começar parabenizando você pelas utilíssimas informações que disponibiliza a cada post; e a sua disposição em ajudar é digna de muitos cumprimentos.
    Acabei de conhecer seu blog e confesso que não consigo parar de ler, de tão interessantes que são os assuntos abordados, mas peço desculpas se já postou algo sobre o que vou perguntar, é que ainda não li tudo.
    Em algumas respostas você sugere passeio de carro e é exatamente o que eu e meu esposo pretendemos fazer na viagem à França em 2015, em julho, para entre outras coisas, acompanhar algumas etapas do Tour de France (ele é um apaixonado por bike).
    Ambos temos carteira de habilitação no Brasil e gostaria de saber como funciona a habilitação para dirigir na França. Tem algum site onde posso encontrar os procedimentos?
    Desde já agradeço sua ajuda.
    Abraço e sucesso!

    • Olá Danielle, que bom que você está gostando do blog. Fico muito feliz quando as pessoas encontram as informações que precisam 🙂
      Quanto à sua pergunta, um estrangeiro pode dirigir na França sim. Mas para isso, você precisa circular com uma habilitação válida e acompanhada da tradução francesa ou então, de uma carteira de habilitação internacional.

      Para saber como obtê-la, dê uma olhada no site do Denatran.

      Se você estiver procurando um hotel, dê uma olhada nas nossas sugestões…

      Um abraço e até breve 🙂

  55. Jussara cruz dit :

    Oi Luciana,
    Parabéns pelo seu blog!
    Vou para Paris pela primeira vez com uma amiga dia 22/05 a 29 , adoraria visitar o mont saint michel
    Vale apena perder um dia de Paris?
    A melhor opção para conhecer seria uma excursão
    grande abraço
    jussara
    bjs

    • Oi Jussara, tudo bem?
      Olha, eu acho que vale a pena sim. O Mont Saint Michel é muito lindo 🙂
      Quanto à melhor opção, depende de você. Uma excursão pode ser legal se você tem medo de se perder ou se prefere não se preocupar com nada…
      Senão, você também pode alugar um carro e encarar a aventura 🙂
      Um abraço e boa viagem…

  56. Daniela Macedo dit :

    Luciana, boa noite!

    Estarei chegando com a minha mãe em Paris no dia 16/05/14 à 22/05/14, vamos nos hospedar próximo ao Arc du Trinfu. Ainda não comprei nenhum passeio, pois estou em dúvida do que deveria comprar logo por aqui do Brasil. A Torre Eiffel não está disponível … Tenho medo de chegar aí e não conseguir data disponível para Versalhes, Louvre e demais… O que vc me orienta?

    • Olá Daniela, tudo bom?
      Realmente, as pessoas andam tendo dificuldade para reservar a Torre Eiffel. Eu acho que o melhor é você reservar o máximo que puder com antecedência. Assim você já não fica ansiosa sem saber se vai conseguir os bilhetes ou não e consegue organizar melhor sua viagem. De quebra, ainda pode passar a frente de todo mundo quando chega e não precisa encarar as tradicionais filas 🙂
      Boa sorte e boa viagem 😉

  57. bárbara feitosa dit :

    la, bom dia!
    estounindo a Paris em agosto e gostatia de saber alguma opinião sobre a empresa Paris Feliz para ajudar em trasaldo e passeios. Vocteria alguma opinião sobre esta empresa, pois é a minha primeira viagem. Pelo que pesquisei ela é muito bacana, porem a insegurança medo. Desde ja obrigado.

    • Olá Bárbara, tudo bem?
      Não conhecia essa empresa, mas andei dando uma olhada e eles parecem competentes. Além disso, os comentários que a gente encontra parecem bem favoráveis… Vou tentar contactá-los e quem sabe depois eu não tenho mais dicas para você e para as outras pessoas que procuram translados e passeios em grupo 😉
      Um abraço e boa viagem…

  58. Allan Ribeiro dit :

    Oi, Luciana!
    Nossa viagem está chegando e vai dando aquele “friozinho” na barriga. Vc acha que, de 1.600 euros a 2.000 euros, são suficientes para passar 8 noites em Paris, sendo que a hospedagem e a passagem já estão pagas?

    • Pois é… está chegando a hora!! Legal 🙂
      Olha, acho que dá sim… isso dá mais ou menos 100 € por pessoa/dia. Você deve gastar a metade com alimentação e o resto acho que dá para as deslocações e as atividades…
      No entanto, com esse orçamento, tem que restringir um pouco as compras de “souvenirs” 🙂
      Um abraço…

  59. Marcelo dit :

    Oi ,
    Eu e minha noiva estamos indo dia 20 de novembro , queremos passar uns dias em Paris, descer até o Vale de Loire e la, alugar uma casa dessas de temporada qual a sua opiniao? Saberia dizer se alguem tem alguma mais barata pra indicar. Nossa intenção é conhecer o interior, ou mesmo a Paris dos parisienes, nada de turismo tradicional para isso, a principio, ficariamos em albergue em Paris, a duvida é: alugar um carro para conhecer os castelos, ou se submeter a guias de viagens e empresas especializadas.
    . Tem trem de Paris par o Vale de Loire? Eu sei que o vale é bem grande , quero saber no geral, se da pra ir de Paris para la de trem?

    • Oi Marcelo, tudo bem?
      Olha, se você gosta de passeio “personalizado”, eu acho que o mais legal é ir de carro até ao Val de Loire e conhecer os lugares que vocês tiverem vontade… Senão, respondendo à sua outra pergunta, tem trem de Paris para esse região sim (para todas as principais cidades como Tours, Orléans, Angers, etc).
      Quanto à hospedagem, posso te ajudar a procurar, mas preciso saber em que cidade vocês gostariam de ficar (porque como você mesmo disse, essa região é bem grande 🙂 ). Em Paris, você pode procurar albergues no nosso motor de buscas. Se precisar de ajuda, me mande as informações do tipo de acomodação que vocês procuram e do preço máximo pretendido que eu posso procurar alguma coisa bem “típica” 🙂
      Um abraço e até breve…

  60. Cássia Valéria dit :

    Luciana, boa tarde!
    Adorei suas dicas.
    O único site para compra de ingressos para subir na torre é o que você indicou? Tenho acessado o site mas não tem nenhum horário disponível. Estou muito triste. Vou para Paris dia 27/04/14. Fico até dia 03/05/14. Obrigada.

    • Oi Cássia,
      Pôxa, também dei uma olhada e parece que está tudo reservado mesmo… Se eu fosse você, eu reservaria um bilhete para ir até ao 2º andar (pelo menos esse fica garantido) e chegando lá eu tentaria ver se eles não arranjam uma vaguinha para ir até ao topo… Como diriam os franceses “qui ne tente rien, n’a rien” (quem não tenta nada, não consegue nada) 🙂
      Boa sorte e divirta-se bastante…

  61. Priscila dit :

    Olá Luciana, bom dia, tudo bem?

    Estou querendo ir à Alemanha em Junho na casa da minha prima, gostaria de ir à Paris, gostaria de saber se é tranquilo ir de trem, e queria fazer alguns uns dois a três passeios bons e baratos, rs, você me indicaria para ficar quantos dias em Paris e quais lugares que não posso deixar de ir conhecer.

    Grande abraço.

    • Oi Priscila, tudo bem?
      A viagem de trem da Alemanha até Paris é bem tranquila sim. Pode encarar sem hesitação 🙂
      Quanto ao tempo mínimo para conhecer Paris, eu diria pelo menos 3 dias…
      Indispensáveis: Torre Eiffel, Arco do Triunfo, Sacré Coeur, Catedral de Notre Dame, Louvre e Jardin des Tuileries. Isso sem contar um passeio na beira do Sena, um jantarzinho num bom restaurante e uma taça de vinho 😉
      Bon voyage!!

  62. flavia justin dit :

    Oi Luciana! Vou a paris em outubro comemorar o aniversario da minha filha, na verdade, toda programação desde o ano passado era p Buenos aires (menos burocrático e mais “perto de casa”). Mas confesso q ao receber e-mails de passagens com quase o mesmo valor das passagens, me atentou (e muitoo). Estou com o coração na boca, pois ñ falo nada de nada apenas enrolo um “portonhol” e mimicas srssrs… Corri p fazer os passaportes (ainda ñ chegaram) e tenho q fazer doc do pai dela autorizando-a a sair do país, tenho q fazer outra conta bancaria, pois tenho q entrar com dois cartões internacional. Vou economizar muitooo p entrar no país, com ao menos a cota minima… Ñ paro de ler blogs e posts sobre o País e em especial a capital (obvio)… mil medos vem a cabeça pois vamos somente nós duas, ela tem 10 anos e eu 26! (eu sei.. comecei cedo e tal, mas foi acidente… mas pulamos essa parte) Enfim, o sonho dela é conhecer a tal torre Eiffel e espero q dê tdo certo.. Parece q ñ vai dar tempo de organizar tudo, a sensação q tenho é q a viagem será semana q vem. Estou aflita, insegura… pois comprei a passagem sem saber onde ficar e onde ir… simplesmente vou comprar e comprei!!! E me senti acolhida no teu blog…

    • Oi Flávia, tudo bem?
      O que é isso!! Não precisa ficar aflita desse jeito não menina… É só organizar a viagem direitinho que vai dar tudo certo 🙂
      Acho você muito corajosa e determinada. Pessoas assim, não precisam ter medo… sempre dão um jeito 😉
      Quanto à sua filha, começar cedo deve ser complicado, mas agora você tem a oportunidade de viajar com “uma amiga” e de curtir muito Paris entre meninas…
      Olha, para te ajudar a achar um hotel, preciso saber que tipo de estabelecimento você pretende reservar e qual o preço máximo por noite que você poderia pagar. A partir daí, eu posso procurar mais no centro, ou mais afastado, com ou sem banheiro no quarto, quarto duplo ou tipo albergue, etc… Se você tiver outros critérios importantes me fala que eu dou uma olhada e te ajudo a procurar 🙂 Ah, outro detalhe importante, se você quer achar preços baratos, tente reservar logo o hotel porque quanto mais perto, mais caro!
      Para fazer compras baratinhas em paris, dê uma olhada no nosso post “Faça suas compras nas lojas mais baratas de Paris
      Quanto a abrir outra conta bancária, não entendi… porquê você quer abrir outra conta?
      Em relação ao francês, reserve o máximo de passeios que você puder pela internet, imprima os circuitos ou as estações de metrô onde você deve ir, os endereços, etc. Assim, quanto mais informações você tiver, menos você precisa perguntar aos outros 🙂
      Precisando de alguma coisa é só falar…
      E não esquenta não, até outubro você vai conseguir organizar tudo direitinho…

  63. EDIMARA RITA dit :

    Ola Luciana
    Primeiramente quero te parabenizar pelo seu blog. Adorei e estou te acompanhando.
    Eu tomei conhecimento dele somente semana passada. Acredito que e super bem vindo para todos que querem conhecer um pouco mais da “Vida Francesa” e sobre Paris.
    E gostaria de uma ajuda sua, pois e o seguinte: Pretendo me dar de presente uma viagem a Paris em Outubro, mês do meu aniversario.
    Vi pacotes, mas todos infelizmente, deixam Paris apenas 2 dias livres, um panoramico e depois para outra Capital. E pacote e acho pacote muito limitado.
    Entao pensei em comprar passagens de avião pra uns 10 dias. E dai queria ver contigo se o mes e frio, que tipos de roupas tenho que levar, hoteis baratos, economicos. Vi postagens suas de hoteis e ate ja anotei. mas nao sei como fazer as reservas.
    E alimentacao, tem fast-food? Shopping? Vou sozinha se eu nao encontrar companhia, dai sera que consigo pegar por ex. metro para ir ate o Jardim de Monet? O que voce acho do show de Moliun Rounge? Eu queria sabe, poder sentar numa cafeteria do lado de fora e apreciar as ruas de Paris, viver um momento desses, passear durante o dia num bairro de artistas, tipo aqueles bairros pitorescos, com artistas pintando. Existe isso e Paris?
    Sou jornalista, colunista. Tenho um blog tambem que se chama Luxo Necessario, no momento esta fora do ar,pois esta trocando o provedor.

    Entao, falo super basico de ingles, espanhol e agora peguei suas sugestoes de frances .

    Enfim…Pretendo ficar 10 dias em Paris. (acho que da ne?) Pretendo gastar com nada de compras de luxo, apenas lembrancinhas algo assim, e quero viagem barata, boa e segura. Que seja inesquecivel

    Quer ser minha guia? Envia pra mim um email,ok?

    Obrigada por enquanto,viu? Bjs e ate mais

    • Oi Edimara 🙂
      Que bom que o blog está te ajudando…
      Olha, outubro não é um mês muito frio. É o começo do outono, os dias costumam ser agradáveis… À noite, é mais friozinho… melhor trazer um bom casado, ou comprar um aqui…
      Para reservar um hotel, basta você clicar sobre os links que estão no blog ou fazer uma pesquisa no nosso motor de buscas. Eles vão te reencaminhar para o site Booking, onde você poderá escolher as datas da sua viagem, o tipo de quarto que você quer e finalizar a sua reserva.
      Quanto à alimentação, não se preocupe. É fácil comer bem e “barato” em Paris, só não pode é cair nesses restaurantes super turísticos que ficam na beira dos monumentos mais conhecidos. Dá uma olhada no que eu respondi para a Ana Cristina Azevedo nos comentários desse mesmo post…
      Quanto ao Jardim de Monet vale muito a pena. Mas não dá para ir de metrô… O Museu e os jardins ficam em Giverny. O melhor para chegar lá é pegar o trem que vem de Paris – Estação Saint Lazare até à estação de Vernon. Depois, existe uma navette que leva os passageiros até à Giverny. http://fondation-monet.com/fr/
      O show do Moulin Rouge é uma atração conhecida no mundo inteiro… Todo mundo tem vontade de assistir. Mas a maior parte das pessoas se contenta de tirar uma foto no porta 🙂 É que o show é caríssimo!! Só para assistir, sem comer nem beber nada, custa 99€. Mas deve ser muito legal 🙂
      Paris tem milhares de cafeteiras, bares e restaurantes com uma esplanada para que as pessoas possam sentar e “admirar” Paris e os Parisienses 🙂 A única condição é que para sentar você tem que comer ou beber alguma coisa…
      Lugares com artistas pintando existe sim… o mais famoso é Montmartre, junto à Basílica do Sacré Coeur… Senão, à beira do rio Sena também costuma ter vários pintores e músicos…
      Fico lisonjeada com o convite para ser sua guia, mas infelizmente não dá… meu trabalho não permite 🙂 Mas a Localers tem vários guias que fazem passeios temáticos e falam português. Pode ser uma boa opção…
      Quanto às compras, eu já desvendei aqui todos os meus segredos:
      Um beijo e boa viagem 😉

  64. Virgínia dit :

    Olá, amei o seu site, informações beeem precisas e sucintas!

    Agora, estou com um certo receio quanto ao meu TOUR.
    1- Dá pra se virar sem manjar francês?
    2- Quantos dias devo ficar para absorver um pouco de PARIS?
    3- Quanto a segurança a noite, como é?

    Fico no aguardo.

    • Olá Virginia, tudo bem?
      Olha, eu já dei várias dicas para quem não fala francês… Dá para se virar sim, é só se organizar bem 🙂 Se você tiver um tempinho, dê uma olhada no post “Vocabulário básico de francês para viagem“, talvez ele te ajude um pouco…
      Quanto ao tempo da viagem… eu acho que o mínimo para conhecer um pouco a cidade é 1 semana…
      Segurança à noite depende aonde você vai… Se você puder andar acompanhada é melhor. Senão, prefira os lugares iluminados e onde tem bastante gente. Paris não é uma cidade super perigosa, mas é bom respeitar as regras de segurança mínimas de qualquer cidade grande.
      Um abraço e uma ótima viagem para você 😉

  65. Allan Ribeiro dit :

    Olá, Luciana!

    Adorei seu blog! Parabéns! Vou a Paris a partir do dia 07 de maio. Pretendo ficar na cidade 8 noites em lua de mel!

    Vamos precisar levar muitos casacos?

    Como nós não curtimos muito futebol e nem temos filhos, você tem alguma sugestão romântica para substituir o Stade de France e o Cité des Sciences?

  66. Silvana Schramm dit :

    Luciana,

    Adorei seu blog! Ótimas dicas! Chego em Paris dentro dos próximos 15 dias e lá estarei 6 dias…Já procurando um bom roteiro.. sem deixar de incluir os ” essenciais”..rsrs rumo a cidade da luz… :))

  67. Camila dit :

    Olá Luciana… estarei com meu marido na França em Junho/Julho. Teremos 26 dias. Estamos começando a planejar o roteiro que incluirá Paris, outra região da França (talvez a Alsácia?) e ao menos 1 outro país (que poderá ser Holanda ou Suiça, ainda não escolhemos). Claro que queremos sua opinião. E tenho algumas dúvidas sobre os passeios em Paris: quais precisam de 1 dia inteiro e quais não? Os que não precisam de dias inteiros, quais são possíveis de juntar no mesmo dia? Espero ansiosa sua opinião! Abraços.

    • Olá Camila, tudo bem?
      Olha, 26 dias é bem legal, dá pra visitar bastante coisa…
      Bom, a minha dica é de escolher a outra região da França que vocês querem conhecer de maneira coerente com o país vizinho onde vocês querem ir. História de ganhar tempo 🙂 Por exemplo, se vocês querem conhecer a Alsácia, pode ser melhor dar uma volta na Bélgica ou na Holanda do que na Suiça. Por outro lado, se vocês têm vontade de conhecer o sul da frança, Lyon ou Grenoble, é fácil dar um pulinho na Suiça ou na Itália. De qualquer maneira, fiquem de olho porque em breve eu vou publicar um roteiro pela região da Champagne. Pode ser que vocês se interessem 😉
      Em Paris, os passeios que precisam de um dia inteiro são sobretudo as visitas ao Louvre e ao Château de Versailles. Os outros você pode facilmente regrupar. Para facilitar, eu sugiro de regrupar por proximidade. Por exemplo: o Arco do Triunfo, a Torre Eiffel e o Champs Elysées num dia. A Catedral de Notre Dame, a Ile de la Cité, Place de Saint Michel, Sorbonne e jardin du Luxembourg num outro dia, etc…
      Bom, espero ter ajudado.
      Um abraço e boa viagem 😉

      • Camila dit :

        Obrigada pelo retorno Luciana! Dicas muitíssimo valiosas!!
        Mas quanto ao outro país: Se formos pra Alsacea, a Suiça não é mais próxima que a Bélgica e Holanda? Digo na região do Lac Leman… que era o que tínhamos pensado. Mas também temos vontade sim da Bélgica e Holanda, mas achei que fosse mais distante que a Suiça…
        Ah! E vou aguardar ansiosa seu post sobre Champagne! Tá difícil decidir qual região escolher!

        • Oi Camila 🙂
          A capital da Alsace é Strasbourg. Strasbourg fica a cerca de 345 km do lac Léman e a cerca de 410 km da Bélgica. Realmente, eu confundi as regiões da Alsace e da Lorraine. Eu tinha pensado em Metz e nancy, que ficam mais perto da Bélgica do que Strasbourg, mas realmente a diferente não é muito grande…
          Aguarde o post sobre a Champagne. Acho que ele vai ficar legal 🙂
          Um abraço…

  68. Elza Catarina dit :

    Oi Luciana, estou devorando seu blog, muito bom. Chego em Paris com meu namorado em 21/03 e pretendo ficar ate o dia 26, depois vou a londres, acha que esses dias da para fazer um bom roteiro? Vai estar no comeco da primavera, qual a media da temperatura nessa epoca? ainda nao decidi hotel,poderia me ajudar em um, procuro um preço acessivel, acredito que ate 3 estrelas, facil acesso, atendimento portugues. Mais uma vez parabens pelo blogo. Abracos
    Elza

    • Oi Elza, tudo bem?
      Eu sei que você me enviou várias mensagens por e-mail mas eu ando meio “submergida” de tanto trabalho 🙂 Peço desculpas pela demora…
      Olha, acho que 5 dias já dá pra conhecer bastante coisa de Paris. É só se organizar direitinho e regrupar o que você quer ver/fazer por proximidade…
      Quanto ao tempo, em março ele é bem variável. Às vezes já faz um tempo bem agradável de primavera e outras vezes ainda está meio friozinho… Bom, a boa notícia é que esse ano, não tivemos um inverno muito frio. Então, podemos esperar que a primavera seja amena e ensolarada (mas tem que rezar 🙂 ). Bom, digamos que a temperatura deve rondar os 15º… Traga roupas confortáveis e um casaco mais quentinho… E se estiver frio, não se preocupe. Aqui você pode comprar tudo, tem lojas de roupas bem acessíveis…
      Quanto ao hotel, eu te sugiro de dar uma olhada no posto: “Como encontrar um hotel barato em Paris“. Tem várias sugestões de hotéis. Se você quiser alguma coisa mais específica, me fala que eu dou uma olhada…
      Um abraço e boa viagem 😉

  69. Elisa Brejao Dargam dit :

    Luciana,
    Estou lendo suas dicas e adorando…
    Vou para Paris no dia 18/04 e retorno 23/04 de noite(4 dias e meio).
    Como são poucos dias, gostaria de dicas para aproveitar o máximo possível.
    Iremos em 2 casais.
    Estou querendo ir à Londres, bate/volta, qual a melhor maneira, Trem? E como faço?
    Qual as dicas de lugares para fazer compras e o que vale à pena comprar?

    Bjs,
    Elisa

    • Oi Elisa, tudo bem?
      Nossa, você é corajosa hein! Ficar 4 dias e meio em Paris e ainda arriscar um bate/volta à Londres tem que ter fôlego 🙂
      Bom, o trem é certamente a maneira mais rápida e mais cômoda de fazer um bate/volta à Londres. Se você quiser mais detalhes, dê uma olhada na minha resposta à Ana Cristina Azevedo nesse mesmo post…
      Quanto às compras, depende do que você gosta… Assim de repente eu diria: roupas, perfumes, cremes, maquiagem, vinho, champagne 🙂
      Eu estou pensando escrever um artigo dando sugestões de produtos e de lugares baratos para fazer compras. Fique de olho 😉
      Um abraço e boa viagem…

  70. Ana Cristina F A de Azevedo dit :

    HOTEL FERTEL ETOILE (PARIS), esse é o hotel que ficaremos e quanto ao vestuário?

  71. Ana Cristina F A de Azevedo dit :

    Oi Luciana tudo bem?

    Estou com viagem marcada para Paris em julho/14 (7 dias), eu, meu esposo, minha irmã e meu cunhado, vamos por uma agência de viagem situada em Salvador/BA, todavia ainda faltam alguns passeios e já anotei todas as suas dicas, mas gostaria de saber o que vc acha do passeio pelo TGV até Londres (um aida/bate e volta), é difícil? ou dá para fazermos? e quanto à imigração.

    Um abraço

    • Olá Ana Cristina, tudo bem?
      Olha, eu sou adepta do bate/volta à Londres 🙂 A viagem de TGV é rápida e bem legal. Vocês pode ir bem cedo e voltar à noitinha ou aproveitar para passar a noite em Londres. Curtir a famosa noite Londrina sempre é legal 🙂
      Quanto à imigração, de acordo com o Consulado Geral do Brasil em Londres, os turistas brasileiros não precisam de visto. No máximo, o agente da alfândega pode fazer algumas perguntas para ter a certeza de que vocês são turistas mesmo 🙂
      Eu dei uma olhada no Hotel, ele parece simpático. O preço também está dentro dos padrões de Paris. Se você quer comparar com outros similares, dê uma olhada no nosso motor de buscas ou nas nossas sugestões no artigo “Como encontrar um Hotel Barato em Paris“.
      Em julho, opte por um vestuário de verão. Mas atenção, é verão europeu! Os dias são agradáveis e bem compridos mas é raro que a temperatura ultrapasse os 30º. E à noite a temperatura costuma cair bem (20-22º). Então, sempre é bom trazer um casaquinho…
      Espero ter ajudado 🙂
      Um abraço e boa viagem…

      • Ana Cristina F A de Azevedo dit :

        Obrigada pelas dicas Luciana,
        Agora já decidir rssss, vou encarar a viagem

        • Legal Ana Cristina 🙂
          Depois me conta como foi…
          Um abraço.

          • Ana Cristina F A de Azevedo dit :

            Boa noite Luciana, poderia fazer a gentileza de me informar se próximo ao HOTEL FERTEL ETOILE (PARIS) tem supermercado e/ou restaurantes próximo (que seja mais acessível rss)? O que o parisiense costuma comer no dia a dia? e o turista?

            Obrigada pela atenção

          • Olá Ana Cristina 🙂
            Olha, perto da Avenue de la Grande Armée tem alguns bons restaurantes. Mas os bons restaurantes parisienses nem sempre são super “acessíveis”. Bom, selecionei aqueles que eu acho que tem uma relação qualidade/preço realmente boa. Para começar tem o maravilhoso “Le Pré Carré“, um restaurante tradicional muito conceituado por aqui. Aliás ele é reconhecido como tendo sido testado e recomendado pelo Guia Michelin 😉 Ele fica no nº 3, Avenue Carnot. O preço ronda os 40-60€ por pessoa. Um outro restaurante ótimo bem perto do seu hotel é o “La Cave Lanrezac“. Ele recebeu o certificado de excelência do Trip Advisor em 2013. Não estranhe se o chef convidá-los a escolher o vinho na cave. É uma tradição da casa 🙂 Ele fica no nº 3 Rue Du General Lanzerac. Os preços são mais ou menos os mesmos do Pré Carré. Mas se você quiser experimentar na hora do almoço, o chef propõe um menu do dia com 1 bebida e 1 café por 19€. Para terminar, eu vou arriscar uma sugestão de restaurante italiano. Eu sei que não é muito legítimo vir a Paris comer comida italiana, mas o Caffé Caesar é ótimo. Os preços são acessíveis e os pratos deliciosos. Ele fica no nº 4, Avenue Carnot. Dica extra: se você quiser ir à noite, não hesite a reservar antes 😉
            Quanto ao supermercado, se você me permite uma sugestão, pegue o metrô na estação “argentine” (bem pertinho do hotel), vá até ao ponto final (La defense) e visite o supermercado Auchan. Você vai encontrar um supermercado gigantesco, com tudo que você pode imaginar e bem barato. Os mini-mercados existentes em Paris “intra-muros” são muito limitados na quantidade de produtos e os preços são exorbitantes. O Auchan de La Defense é ótimo 🙂
            Depois me diga se gostou…
            Os parisienses costumam comer uma salada ou um sanduiche na hora do almoço (que aliás são ótimos!). Se você quiser um almoço rápido, entre numa boulangerie (padaria) e é só escolher 🙂 Normalmente eles propõem menus deliciosos com um sanduíche bem fresquinho e um doce… À noite eles jantam em casa, ou saem para tomar um drink com os amigos ou para um jantarzinho romântico…
            Um abraço

      • Ana Cristina Azevedo dit :

        Boa noite Luciana,
        Mais uma dúvida qto à viagem para Paris rss.
        Existe um valor (euros) determinado para entrada no pais? ou posso levar cartão de credito e apenas alguns euros para pagamentos menores? Abraços

        • Olá Ana Cristina 🙂
          Olha, acho que não tem limite de dinheiro para entrar no país. No máximo, eles podem te perguntar como você conta pagar suas despesas… A maior parte das pessoas traz um pouco de dinheiro e paga o resto das despesas com cartão mesmo. A vantagem de trazer um pouco de dinheiro é que se tiver um problema com o seu cartão, você não fica na mão…
          Somente se você transportar uma soma superior a 10.000€ é que precisa declarar esse dinheiro à polícia de fronteiras.
          É bom verificar com o seu banco se você pode retirar dinheiro em qualquer banco no estrangeiro e pagar em qualquer estabelecimento. Quando eu vim de Portugal para a França, o meu cartão estava limitado a somente algumas máquinas e eu tive dificuldades para pagar com o meu cartão…
          Um abraço e boa viagem…

          • Ana Cristina Azevedo dit :

            Boa noite Luciana,
            Retornei de Paris dia 18/07 e vim aqui no Blog para te agradecer pelas dicas e dizer que a viagem foi inesquecível. Também fomos para Londres pela Eurostar e foi muito legal também. Por fim, achei Paris muito fácil a locomoção, seja caminhado ou ônibus (gostei mais do que o metrô) e utilizei a dias que passou para mim. Um abraço

          • Olá Ana Cristina, que bom que deu tudo certo na viagem e que as nossas dicas ajudaram 🙂
            Realmente Paris é uma cidade bem organizada, onde a locomoção costuma ser simples. Mas quanto melhor a gente prepara a viagem, mais fácil consegue se locomover. Caminhar é a maneira que eu mais gosto de conhecer Paris. Mas o metrô nos permite de fazer os trajetos maiores. Quanto ao ônibus, confesso que nunca fui muito acostumada a utilizar, então sempre tenho um pouco de apreensão. Mas é uma questão de hábito. As linhas são bem organizadas e a utilização não é complicada. Além disso você tem razão, os trajetos de ônibus costumam ser mais agradáveis do que de metrô porque a gente não sente aquela sensação de toupeira 🙂
            Um abraço e até breve…

  72. Kisi barrientos dit :

    Adorei seu blog Luciana, estou indo pra paris no periodo de 17/04/2014 a 26/04/2014 gostaria de saber do clima que tipo de vestuario levar e se da pra fazer o roteiro do seu blog e tb ir a champagne .

    • Oi Kisi, tudo bem?
      Olha, Abril é um mês que costuma ser bem agradável. A primavera traz dias ensolarados e longos, com uma temperatura amena. Eu diria que a média deve ser uns 20º. A primavera é a estação do ano que eu acho mais gostosa em Paris. Jardins floridos, dias bonitos e noites mais curtas… Ótimo para passear, visitar a cidade e não ter que encarar as imensas filas e a multidão do verão. Mas atenção, em se tratando de Paris, sempre pode chover 🙂
      Mas não se preocupe, dá pra fazer o roteiro que eu propus tranquilo. Quanto a visitar a região da Champagne, ficando 9 dias também dá. Você poderia passar 7 dias em Paris e reservar 2 para um roteiro pela Champagne. Saindo de Paris, dá pra ir de carro ou de trem. Estou pensando elaborar um roteiro para as pessoas que gostariam de conhecer essa região (tenho tido várias perguntas). Fique atenta 🙂
      Um abraço e até breve…

  73. Eunice Balbino dit :

    Oi Luciana, Estava procurando dicas de o que ver em Paris e achei seu Blog. Fiquei muito feliz de ter tido a sorte de encontrar suas dicas. Estou pretendendo ir a Paris com meu marido, mas como já estamos bem de idade fico um pouco receosa. Gostaria de uma informação sua se possível. Como faço para ir do aeroporto de Orly para o Hotel Median Paris Congrés.? Endereço do Hotel é 6 a 8 Boulevard de Douaumont, 17, Palais de Congres – Arc de Triomphe Paris, 75017. É muito bom saber que existe pessoas maravilhosas como você. Parabéns pelo seu blog. e obrigada pela sua generosidade. Que Deus abençoe você e que você seja muito feliz. Obrigada por tudo Eunice

    • Olá Eunice, fiquei muito feliz com a sua mensagem. Muito gentil mesmo 🙂 São pessoas como você que me motivam a desenvolver o blog, a procurar coisas interessantes para partilhar e a tentar responder a todo mundo que me escreve (mesmo se às vezes eu demoro um pouco 😉 )…
      Olha, o melhor para ir do aeroporto de Orly até Paris, é pegar a navette do próprio aeroporto (OrlyBus). Elq parte de 15 em 15 minutos e vai até à Place Denfert-Rochereau. O trajeto dura cerca de 20-30 minutos. O preço do bilhete é de 7,20€. Dessa praça até ao hotel eu acho que o melhor mesmo é pegar um taxi. EU dei uma olhada, são cerca de 8 km. Não deve ser muito caro… Talvez uns 20€. Senão, vocês também podem ir de metrô, mas você tem que andar cerca de 1 km dessa praça até à conexão mais próxima e mais 800 metros da saida do metrô até ao hotel. Como você diz que vocês já têm uma certa idade, com mala e tudo, acho um pouco difícil…
      Se vocês ainda não tiverem reservado o hotel, dê uma olhada nas dicas de hotéis baratos em Paris ou faça uma busca pelo nosso motor de buscas. As reservas efetuadas a partir do blog otimizam a nossa “reputação” no mundo do web e ajudam a manter a atividade do site.
      Desejo para vocês um ano de 2014 cheio de alegrias e uma ótima viagem.
      Um abraço…

  74. JANE MARIA DA MOTTA dit :

    Olá, luciana…Achei teu site por acaso e estou adorando. Planejo viajar em setembro com meu companheiro, ficar 5 ou 6 dias em Paris, que é meu sonho.Já organizei um roteiro de passeio pelas tuas sugestões, mas gostaria muito de conhecer o cemitério mais famoso, com pessoas famosas descansando lá, poderias me indicar…Quanto a hotel, tb. estou me guiando pelas tuas sugestões, há possibilidade de te enviar, noutro e-mail o nome de uns três e tu me dizer qual seria o mais em conta? Agradeço e parabéns pelo site, é maravilhoso…abs

    • Oi Jane, legal que você gostou das sugestões do blog 🙂
      Quanto a cemitérios, dois dos mais conhecidos de Paris são o Père-Lachaise e o cemitério de Montmartre. O primeiro fica no 20º arrondissement de Paris, na rue du repos, nº 16. Várias celebridades descansam nesse lugar como: Jim Morrison, Garnier ou Visconti. Existe também o monumento funerário de Oscar Wilde e de Frédéric Chopin. O cemitério de Montmartre fica perto do Sacré Coeur, no 18º arrondissment, 20 Avenue Rachel. Entre as personalidades mais conhecidas você encontrará Michel Berger, DALIDA, Alexandre DUMAS Fils, STENDHAL ou ainda Émile ZOLA.
      No mesmo tipo de passeio, você talvez gostasse de visitar as catacumbas de Paris. Dá uma olhada no artigo que eu escrevi sobre elas: Catacumbas de Paris: uma visita inusitada!
      Quanto aos hotéis, pode me mandar que depois eu te digo o que eu achei.
      Um forte abraço e até breve 🙂

  75. sandra dit :

    Oi Luciana, gostei muito das suas sugestões! Bem práticas! Estamos indo a Paris agora no meio de Janeiro, vou levar meus filhos, um de 7 e um de 14 anos. Tem algum lugar que não devemos visitar no frio? Os calcados precisam ser à prova d água? Existe algum mapa do metrô com as estacões que levam aos principais pontos turísticos? A Euro Disney abre no inverno? Estou indo à Europa pela primeira vez, e estou um pouco tensa por estar com as criancas…Obrigada pela ajuda.

    • Oi Sandra, legal que você está vindo a Paris com os seus filhos 🙂
      Olha, eu acho que é tranquilo vir com as crianças. Ainda mais que eles são grandes… No frio é bom ter alguns cuidados, como se agasalhar bem e alternar passeios na rua com algumas pausas em cafés ou lugares fechados para se esquentar um pouquinho. Se você puder, dê uma olhada no artigo que eu escrevi sobre o turismo no inverno, acho que ele pode te ajudar. Aqui as pessoas continuam vivendo normalmente durante o inverno, então não acho que existam restrições quanto a lugares que não devem ser visitados. Se estiver nevando ou chovendo muito, utilise os transportes públicos e faça trajetos pequenos a pé. Ou então, vá no Aquaboulevard (um parque aquático fechado – o paraíso das crianças no inverno 😉 )
      Quanto ao mapa do metrô, a maior parte dos hotéis têm mapas que indicam os pontos turísticos. Senão, você pode pedir ao pessoal da recepção pra marcar os mais conhecidos no seu mapa. Uma outra opção legal é o aplicativo da RATP que você pode baixar no seu telefone. Ele te dá todas as dicas de como ir de metrô aos principais pontos turísticos da cidade. O nome é “Visiter Paris en Métro”.
      A EuroDisney abre o ano inteiro. Aliás, é muito melhor visitar o parque no inverno do que no Verão porque você não precisa esperar muito para visitar cada atração e acaba podendo ver muito mais coisas. No entanto, não deixe de ir bem agasalhada e de proteger as crianças com cachecol, gorro e luvas. A EuroDisney fica num lugar bem vasto, um pouco afastado de Paris onde pode fazer bastante frio.
      Bom, espero ter ajudado 😉
      Depois conta pra gente como foi o passeio e se você tem novas dicas para as pessoas que querem vir conhecer Paris no inverno.
      Um abraço e boa viagem 😉

      • Sandra dit :

        Oi Luciana, muito obrigada pela atenção! Seu site é sensacional!
        Baixei o aplicativo RATP e fiz alguns testes até sem WIFI e funcionou, já coloquei o endereço do hotel nele. Comprei o Paris Museum Pass e o cartão do metrô com zona 5 para todos. Estou agora montando um roteiro por dia. Estou na dúvida de fazer o Bateau Mouche durante o dia ou à noite. Gostaria de fazer um tour à noite pela cidade para vê-la iluminada, pois não pretendo fazer passeios noturnos, já que estou com crianças. Vi em algum lugar que tem um ônibus que circula pelos pontos turísticos, você sabe me dizer algo sobre ele? Pode ser feito à noite? Se você tiver alguma outra sugestão agradeço. Sandra

        • Oi Sandra, que bom que o aplicativo funcionou. Acho que isso já dá uma certa tranquilidade durante a viagem, pelo menos você não se perde 🙂
          Quanto ao Bateau Mouche, é bem bonito de noite, mas você não distingue bem o que você está vendo. Nesse caso, eu acho mais legal fazer o passeio de dia. Você vê bem cada monumento, as paisagens do Sena e ainda pode tirar fotos lindas. À noite é muito legal mas quando a idéia é fazer um passseio bem romântico…
          O tour noturno de ônibus é possível e eu acho uma ótima idéia. O Bus tour de Paris é bem legal para ter uma idéia global da cidade sem perder muito tempo. O tour passa pela Torre Eiffel, pelo Champs de Mars, Musée du Louvre, Catedral Notre Dame de Paris, Musée d’Orsay, Opéra Garnier, Champs Elysées-Étoile, Grand Palais e Trocadéro. O circuito tem a duração de 2H15. Mais legal ainda, existe um sistema multi-linguas disponible a bordo que permite ouvir os comentários em 9 linguas: francês, inglês, espanhol, alemão, italiano, japonês, mandarim, russo e português do Brasil. Outra coisa legal é que o seu bilhete tem a validade de 2 dias. Assim, você pode descer em qualquer um dos 9 monumentos visitados, passear quanto quiser e pegar um dos ônibus que passam mais tarde. O bilhete custa 31€ por adulto e 15€ por criança. Se você comprar o ingresso pela internet no site dos “Cars Rouges”, você beneficia de uma redução de 10 %. A opção de fazer o Tour de noite também é ótima. O trajeto é bem legal e permite aos visitantes de ter uma panorâmica da Cidade Luz à noite. O circuito começa às 21h40 no Champs Elysées na frente do nº 156. O preço é de 20€ por adulto e 10€ por criança. Para conhecer o trajeto noturno, clique aqui.
          Boa viagem 😉

  76. Lívia dit :

    Oi Luciana,
    Estarei em Paris em março com o meu esposo , estou montando um roteiro e suas dicas ajudaram bastante!!

  77. Karla Costa dit :

    Oi Luciana,

    Adorei seu blog, estou indo passar o carnaval em Março de 2014 em Paris por conta da Meia Maratona onde eu e meu esposo vamos participar. Vamos ficar 07 dias, o que vc sugere por dia para conhecer ? Eu gostaria de ir a região de champagne tb. Vamos ficar no Ibis da rue 2 cambronne, perto da Torre Eiffel.

    Um abraço.

    • Oi Karla, que bom que você gostou do blog 🙂
      Olha, em sete dias dá pra você conhecer bastante coisa. Se eu fosse você, eu faria as principais atrações turísticas do centro de Paris nos 3 primeiros dias (tipo Torre Eiffel, Arco do Triunfo, Champs Elysées, Notre Dame, Sacré Coeur, Jardin des Tuileries, etc). Depois eu iria até à Champagne. Você pode ir de trem ou alugar um carro. Eu prefiro passear de carro porque a gente fica mais livre de ir aonde tem vontade, de mudar o trajeto, etc. Mas é uma questão de ver quando você chegar aqui porque se estiver nevando é melhor ir de trem, as estradas ficam meio perigosas quando neva, ainda mais quando a pessoa não tem o hábito de dirigir nessas condições. É legal passar uma noite na região da Champagne, fazer uma visita em uma das vinhas tradicionais e comer num restaurantezinho típico com um bom vinho local. Hummm… Delícia!!
      Na volta eu faria as visitas mais longas, tipo o Castelo de Versalhes e o Museu do Louvre…
      Quanto ao hotel Ibis da Rue Cambronne, me parece uma boa opção.
      Boa viagem e divirtam-se bastante 😉

  78. Julia dit :

    Olá Luciana, amei seu blog parabéns!
    Estarei em Paris de 31/01 a 03/02/2014 vou aproveitar uma viagem a trabalho para Madri e escapar o final de semana pra Paris com meu marido.
    Como meu tempo é escasso gostaria de saber qual região melhor ficar, hotel barato e qual roteiro melhor fazer nesses dias.
    Muito obrigada
    bjs

    • Oi Julia, que bom que você está gostando do blog 🙂
      Uma escapadinha a Paris sempre é uma delícia não é?
      Olha, durante um fim de semana, o melhor é ficar pelos passeios tradicionais mesmo, Torre Eiffel, Arco do Triunfo + Champs Elysées, Basílica de Sacre Coeur + Catedral de Notre Dame. Passeios românticos à beira do Sena e uns jantarzinhos bem gostosos completam o cenário 🙂
      Quanto aos hotéis, o ideal seria ficar no centro de Paris, de maneira a poder aceder facilmente aos monumentos mais conhecidos. Mas você pede a sugestão de um hotel barato. Qual é o limite de preço que vocês têm? No centro de Paris os hotéis nunca são muuuuito baratos, mas dependendo do seu orçamento, o melhor talvez seja ficar num hotel acessível mas um pouco mais longe do centro. Se você quer aue eu faça uma pesquisa, me dê mais detalhes sobre o tipo de hotel que você procura e o preço máximo por noite.
      Um forte abraço e até breve 😉

  79. Jayara dit :

    Olá Luciana.
    Adorei seu roteiro. Estou viajando com uma amiga pela Europa e ficarei em Paris dia 25, 26 e 27. Sou louca por museus e queria aproveitar cada momento no Louvre e Versalhes.
    Vocês acha que a divisão dos três dias dessa forma dá certo?!
    1° dia: Arco do Triunfo + Champs Elysée + Museu do Louvre
    2° dia: Basílica de Sacré Couer + Torre Eiffel + Catedral de Notre Dame + Torre de Montparnasse (para jantar)
    3° dia: Castelo de Versalhes
    Um beijo!!
    Jayara

  80. Erica dit :

    Oi Luciana,

    Vou desembarcar em Paris no dia 6/12 sozinha – terminei recentemente uma relação longa e aí, pra curar a dor e aproveitar o tempo, resolvi viajar. Mas infelizmente não tive planejamento e estou meio perdida… Pode me ajudar? Comecei a olhar as taxas dos passeios e achei caríssimo, vc tem indicações nesse sentido? Vou ficar 10 dias

    • Oi Erica,
      sinto muito não ter conseguido te ajudar. Na verdade os últimos dias foram bem complicados para mim, então acabei não conseguindo responder a todo mundo que me escreveu pedindo ajuda.
      Espero que a viagem tenha te ajudado a esfriar a cabeça e a curar um pouco as suas feridas.
      Te desejo bastante coragem, alegrias e muita sorte em 2014 🙂
      Um forte abraço…

  81. Rene Petruz dit :

    Bom dia Luciana!!
    Ano que vem estou indo passar 5 dias em Paris, e estou pensando em fechar apenas Hotel e as passagens. Os passeios pensei em fazer por conta própria, “me virando”. Será que terei problemas por ser minha 1 vez em Paris? Ou não é difícil comprar os passeios e andar a pé ou metrô e encontrar os lugares desejados?
    Obrigado e muito boas as dicas!!

    • Oi René…
      Olha, dá pra se virar sim. OS museus e atrações mais “famosas” você pode comprar pela internet. Isso facilita porque você não precisa falar com ninguém quando chega 🙂 Quanto ao metrô, o melhor é pedir um mapa no hotel e “estudar” o mapa antes de sair. Verifique a estação de metrô mais próxima dos locais que você quer visitar, assim como a direção (ponto final) e anote os nomes direitinho. Assim, será mais fácil na hora de comprar os bilhetes e de olhar as indicações no metrô pra não se perder nem perder a hora de sair do metrô.
      Além disso, são as mancadas que a gente dá que tornam algumas viagens inesquecíveis…
      Boa sorte e boa viagem 😉

  82. Gabriela Lopes dit :

    Desculpa ter te chamado de Juliana…rsss É Luciana!! Mil desculpas!!

  83. Gabriela Lopes dit :

    Oi Juliana,

    Acabo de descobrir seu site e estou amaaando!! Suas dicas vao ser valiosissimas em nossa viagem. Eu e meu marido estamos chegando a Paris no dia 12 de dezembro. Diferente de muitas pessoas nós adoramos o inverno pra viajar. Queria uma dica sua: existe alguma cidade próxima a Paris que veríamos a neve com certeza? Sei que em Paris pode ou não nevar nessa época. Ficaremos de 12 a 18 de dezembro. E depois retornamos a Paris de 22 a 24.
    Obrigado
    Gabriela

    • Oi Gabriela, desculpa ter demorado tanta pra te responder mas minha vida andou meio complicado nas últimas semanas…
      Olha, neve certa perto de Paris é meio difícil…
      Então, dei uma pesquisada nas estações de ski facilmente acessíveis à partir de Paris. O TGV é sem dúvida o melhor meio de transporte para percorrer grandes distâncias rapidamente. A estação de ski mais próxima de Paris é “La Bresse”, ela fica no departamento dos Vosges, na região da Lorraine, no nordeste da França. O melhor para chegar lá é pegar o TGV em Paris até à cidade de Ramiremont. O trajeto dura cerca de 2H40. A partir dessa cidade existe uma navette que vai até à estação de ski. La Bresse é uma estação calma e bem familial. Ótima para passar um fim de semana romântico ou umas boas férias em família. As paisagens são lindas e a gastronomia maravilhosa. Se vocês forem, depois me conta se gostaram.
      Espero ter ajudado…
      Beijos

  84. Ivanise Monteiro dit :

    Oi Luciana, estava no google pesquisndo sobre Paris e vi o seu blog, adorei as dicas e o roteiro que vc passa, muito interessante! Então, é a minha primeira viagem interncaional, rsrs, sempre sonhei em conhecer Paris e só agora surgiu a oportunidade, estou muito curiosa sobre o que vou ver por lá. Alugamos uma casa no centro de Paris, no 1º Distrito, e segundo as informações é próximo de vários locais da cidade. Vamos em 6 pessoas da família, inclusive 2 delas já foram antes e conhecem bastante a cidade. A viagem será em maio/2014 e chegaremos no dia 22/05, ficando na cidade lus durante 14 dias. Como é o clima em maio? Posso levar roupas leves ou preciso me prevenir com roupas mais quentes? Pretendemos fazer vários passeios e logicamente precisamos contactar agências de turismo, é isso?
    Como vc mora aí, com certeza pode me dá informações mais concretas.
    Abço
    Ivanise

    • Oi Ivanise, legal que você vai conseguir realizar seu sonho de conhecer Paris 🙂
      Olha, maio costuma ser um mês “simpático”. O frio já passou e a primavera proporciona dias bem longos e ensolarados. Mas claro, depende dos anos… Durante o dia a temperatura é amena (eu diria uns 20 graus mais ou menos), mas à noite é bom contar com um casaquinho 🙂 Além disso, chuva em Paris nunca é novidade…
      Para organizar os passeios você tem várias opções: todos os museus e exposições podem ser reservados pela internet. É rápido e fácil. Para passeios mais específicos, uma boa opção é a Localers. Eles têm várias sugestões interessantes e todos os guias falam português. Eu até escrevi um post sobre eles (Curtir Paris como um Parisiense). Se vocês estiverem interessados eu posso falar com a pessoa que organiza os circuitos.
      É só me falar 😉
      Um abraço e até breve…

  85. Suzy Gomes dit :

    Luciana, amei suas dicas. Não conheço nada da Europa. E eu e mais 3 primas resolvemos conhecer Paris, em Maio de 2014, Paris Primavera Primas. Temos 10 dias, a ideia e passar 7 dias em Paris e depois pegar o trem para Londres e voltar de lá. Vc pode nos ajudar com um roteiro completo, como: hotel, linhas de metro, onde ir e qual o melhor dia e horário, bilhetes mais baratos…. Turismo a pé e econômico?

    • Oi Suzy, fico feliz que as minhas dicas estejam te ajudando…
      Quanto ao roteiro, eu posso ajudar sim. O que eu faço é sugerir um circuito e uma programação personalizados de acordo com os critérios das pessoas. Por exemplo: o tipo de passeios que eles pretendem fazer, os locais que elas gostariam de visitar e o período que eles vão ficar na cidade (ou no país). A partir desses dados eu elaboro um circuito e proponho aos clientes. Para efetuar toda essa organização com um roteiro completo e varias dicas, eu cobro 135€ por grupo que viaje junto.
      Se você precisar de mais detalhes ou se quiser que eu te faça um orçamento detalhado, não hesite a me enviar um e-mail: luciana@avidafrancesa.com
      Um forte abraço e até breve…

  86. Mirna Dias dit :

    Oi Luciana, estaremos indo pela primeira vez a Paris e será nossa lua de mel (abril/2014) e adoramos as dicas do blog … mas estamos com um certo receio pq não falamos nada em inglês 🙁 como é a comunicação com os turistas?
    Beijãoooo

    • Oi Mirna, legal que as dicas estão te ajudando 🙂 Ah, e parabéns pelo casamento !!
      Quanto ao fato de não falar a lingua, é mais complicado, lógico, mas sempre dá prá dar um jeito. Aliás, eu te dou as mesmas dicas que dei à Marta Medeiros (dá uma olhada nos outros comentários desse mesmo post): para ter pouco contacto com as pessoas, faça as suas reservas pela internet, organize bem seus passeios e olhe bem os menus dos restaurantes antes de entrar. Se você não souber pronunciar o nome do menu que você quer, escreva num papel. Mas nunca esqueça de dizer “bonjour” assim que encontrar alguém. Os Franceses detestam que as pessoas perguntem alguma coisa sem cumprimentá-los antes. Eles podem tentar ajudar um turista, mas jamais alguém mal-educado 🙂
      Senão, para fazer passeios legais com guias brasileiros, contacte a localers. Acabei de publicar um post sobre os passeios que eles organizam (“Curtir Paris como um Parisiense“).
      E se você ainda não tiver reservado seu hotel, nós temos várias sugestões (ou então você também pode fazer uma pesquisa no motor de buscas.)
      Bom, espero ter ajudado…
      Te desejo uma ótima viagem e muitas felicidades no seu casamento.
      Um grande abraço…

      • Joelma Omena dit :

        Olá Luciana, super legais as suas dicas de roteiros!!!
        Você poderia indicar alguns hotéis para eu orçar em Paris?
        Desde sempre desejo conhecer a França, tenho um desejo particular de poder ver uma obra de um filosofo, fiz buscas na net para saber se a obra fica exposta, mas não encontrei nada! Você poderia me ajudar? Trata-se da Encyclopédie, ou dictionnaire raisonné des sciences, des arts et des métiers foi uma das primeiras enciclopédias que existiram, tendo sido publicada na França no século XVIII. “De Denis Diderot”!!! Se vc puder me ajudar, ficarei eternamente Grata!!!
        Grande Abraço…

        • Ola Joelma, legal que você gostou das dicas 🙂
          Quanto aos hotéis, você pode dar uma olhada no post “Como encontrar um hotel barato em Paris“. Se você quiser que eu faça uma pesquisa mais “personalizada”, preciso saber que tipo de estabelecimento você procura, quanto você pretende gastar por noite de hotel e as suas preferências de localizaçao.
          Quanto a Denis Diderot, a França està comemorando este ano os 300 anos do seu nascimento. Por isso, varias exposiçoes e comemoraçoes sao precistas.
          Segundo as informaçoes que eu encontrei, a Encyclopédie ou Dictionnaire raisonné des sciences, des arts et des métiers se encontra em acesso livre na Bibliothèque Nationale de France, que fica no Quai François Mauriac, 75013 Paris.
          Salles H et V – Généralités de la salle Littérature française – [030 DIDE e1 à e33]
          Salles J et K – Généralités de la salle Philosophie, histoire, sciences de l’homme – [030 DIDE e1 à e33]
          Salles C et S – Généralités de la salle des Sciences – [030 DIDE e1 à e33]
          Um abraço e até breve 😉

          • Joelma Omena dit :

            Olá Luciana, muito obrigada pelas informações!!!
            Pena eu não poder ir a Paris ainda este ano. Vai ficar para o próximo. Eu ainda preciso organizar algumas coisas!!

            Grande Abç

  87. GIORGIA dit :

    Parabéns pelo blog!! Por favor poderia me resolver uma dúvida? Estarei em Paris de 25 a 30 dez bem frio né? Com minha mãe e minhas duas filhas de 5 e 7 anos estou planejando a viajem e fiquei pensando na cidade das ciencias e palácio de versailhes podem ser feitos no mesmo dia? Obrigada

    • Oi Giorgia… corajosa mesmo de visitar Paris nessa época 🙂 Mas a vantagem é que a cidade fica linda cheia de enfeites de Natal…
      Quanto a visitar a cidade das ciências e o Château de Versailles no mesmo dia, dá pra fazer, mas tem que correr um pouco… Você tem que prever pelo menos 2 horas para a visita da Cidade das Ciências. O Castelo de Versailles depende do que você quer visitar. No site do Chãteau eles prevêm entre 2H e 2H30 para visitar o interior do castelo. Uma caminhada de 20 a 30 minutos entre o castelo e o Domaine de Marie-Antoinette e mais 2H para visitar os outros 2 castelos de Trianon e do Domínio de Marie-Antoinette. Para conseguir visitar tudo no mesmo dia você tem que começar pelo que abre mais cedo e terminar pelo que fecha mais tarde. Então, a dica é começar pelo Chaêteau de Versailles (que abre às 9H), fazer as visitas e no início da tarde ir à Cité des Sciences, que fecha às 18H (não esqueça de contabilizar o tempo dos transportes). Um outro detalhe importante é que nem um nem outro estão abertos às segundas-feiras. Os melhores dias para visitar o castelo de Versailles são as 4as, 5as e 6as feiras.
      Depois me conta como foi 😉
      Um grande abraço e boa viagem…

  88. thais Pires Queiroz dit :

    Boa tarde, Luciana! Eu e meu Noivo iremos visitar Paris agora em outubro, ficaremos hospedados no Hotel Mercury Paris Centre Tour Eiffel. Você acha um bom local para hospedagem?

    Adorei o roteiro! Tentaremos seguí-lo. Muito obrigada.

    • Oi Thaís, que bom que você gostou do roteiro… depois me fala o que você achou dos lugares 🙂
      Olha, quanto a esse hotel, eu acho que ele é muito bom, super bem localizado, perto do RER e ao lado do Champs de Mars. Muito boa opção. Curtam bastante 🙂
      Um abraço e até breve 😉

  89. Vivian Gonçalves Bastos dit :

    Oi Luciana, gostei bastante de suas dicas mas gostaria de fazer algo diferente.Nunca viajei para fora do Pais e estou planejando ir para França mas gostaria de conhecer o interior da França algumas Vinícolas, coisas de filme sabe, rsrr ?
    Será que vc pode me ajudar ?

    • Oi Vivian 🙂 Acho uma excelente idéia conhecer o interior da França e percorrer algumas regiões vinículas. Realmente são passeios diferentes, originais e cheios de charme. Posso te ajudar a encontrar alojamento e te dar dicas de percursos, mas para isso eu preciso saber que região você gostaria de conhecer: Bordeaux, Val de Loire, Champagne, etc…
      Fico aguardando notícias suas 😉
      Um abraço…

  90. Danila Oliveira dit :

    Olá Luciana, goste muito das informações que foram passadas, bem legais mesmo, me chamo Danila, tenho 18 anos e estou pensando em morar na França, conversei com um vizinho meu que é francês, sobre minha vontade de estudar idiomas e de conhecer outros países… Resumindo ele falou que se eu fosse para França que eu já teria lugar para ficar, faça um bom tempo isso, mais andei amadurecendo a ideia, gostaria de saber a sua opinião, sendo que não sei em que lugar ficaria, mais você acha que seria bom, isso claro que seria muito bom, seria uma experiência inesquessível, mais digo em termos de trabalho, custo de vida e tal, além do mais que penso na carreira de modelo, caso por sorte dê certo por ai, e caso eu vá morar na França, quem sabe não nos conhecemos 😀
    Desde já, Muito Obrigada.
    Beijos e Abraços, Danila Oliveira.

    • Oi Danila, fico feliz que você goste do blog 🙂
      Olha, vir morar na França é uma super aventura, mas tem que ser um projeto bem organizado. É verdade que a vida aqui é cara e não é fácil encontrar um alojamento quando você acabou de chegar…
      Eu vim através de um projeto de intercâmbio da faculdade. Então, quando eu cheguei a minha situação administrativa estava bem determinada e eu consegui alugar a casa de uma brasileira. Mas acho que se eu não tivesse as coisas bem organizadas eu não teria tido coragem de vir… Além disso, como brasileira você só pode ficar 3 meses no país, depois se você não tiver um trabalho é mais complicado…
      Se precisar de ajuda, pode contar comigo. Mas pense bem antes de tomar uma decisão tão importante 🙂
      Um grande abraço…

  91. Oi Luciana, adorei o blog. Me diz uma coisa: como faço pra conseguira van pra me levar do aeroporto até o hotel? Vou no dia 17 e chego lá dia 18. Bjus querida!

    • Oi Michele, tudo bem?
      Olha, eu gostaria muito de te ajudar, mas para isso preciso de mais informações. Quando você fala “van”, você quer dizer um transporte privativo (exclusivo) ou você quer achar um transporte prático que possa te levar do aeroporto até o hotel ?
      Por outro lado, para te dar essas informações eu preciso saber em qual aeroporto você vai chegar e onde fica o seu hotel.
      Fico aguardando notícias suas.
      Um grande abraço com carinho 😉

      • Oi Luciana, desembarco no aeroporto de Orli e ficarei no hotel Campanili, em Saint Dennis, qual é a melhor forma de chegarmos?

        • Pôxa Michele, você escolheu um hotel que fica completamente do outro lado de Paris do aeroporto hein 🙂
          Bom, segundo as minhas pesquisas, o jeito mais fácil de chegar ao hotel é pegar o Orlybus no aeroporto e depois ir de metrô.
          Aqui vai o trajeto que me parece o mais prático, mas se você quiser ver outros, dê uma olhada na página da RATP (onde você pode simular vários trajetos possíveis colocando o ponto de partida e o ponto de chegada) :
          – No aeroporto de Orly pegue o OrlyBus (tem que perguntar no centro de informações do aeroporto onde fica o ponto dele). Ele passa de 15 em 15 minutos e te leva diretamente à estação de “Paris Denfert Rochereau”. O bilhete custa 7€. De lá, o mais rápido é pegar a linha 6 do metrô em direção a “Charles de Gaulle-Etoile”. Você desce na estação “Montparnasse-Bienvenue” e muda de linha. Dessa vez, pegue a linha 13, em direção a “Saint-Denis-Universite”. A estação que fica mais perto do seu hotel é “Basilique de Saint-Denis”.
          Bom, só vou te fazer um peaueno “à parte” em relação a Saint-Denis. Eu não sei se você conhece bem Paris, mas Saint-Denis é uma cidade que fica no subúrbio norte de Paris. Uma grande parte da população é constituída por imigrantes da África do Norte, o que pode dar a impressão que a gente se enganou de país e afinal não chegou na França 🙂 Não se assuste, é normal… Paris continua linda, mas Saint-Denis não é Paris (eu sei disso porque eu também “entrei” em Paris pela porta de Saint-Denis ;-))
          Bom, espero ter ajudado.
          Um abraço e boa viagem 🙂

          • Obrigada querida, já tinha essa informação de Saint Dennis hehe. Mas estou pronta e ansiosa pra conhecer tudo por aí! 😀

          • Outra coisa: vale a pena comprar o Paris Pass?

          • Olha, eu acho uma boa idéia se você quer visitar vários museus e monumentos. Aí vale bem a pena… Mas o melhor é se organizar bem. O Paris Pass pode ter a validade de 2, 4 ou 6 dias. Então, a dica é escolher o período que te interessa, quais os museus e monumentos que você gostaria de visitar e organizar a visita por proximidade. Assim, você visita mais e rentabiliza o seu Pass. Para saber quais são as atrações que fazem parte desse passe, consulte o mapa interativo do site do Paris Pass.
            Um abraço e curta bastante Paris 😉

          • Ah, outra coisa, o Paris Pass também inclui a gratuidade em todos os transportes públicos da cidade durante o período de validade da carta. É por isso que ele é mais caro… Senão, existe também o Paris Museum Pass que permite a entrada gratuita em mais de 60 museus e monumentos da cidade, além da possibilidade de não ficar na fila (entrada VIP :-)). Ele é bem mais em conta

  92. Juliana dit :

    Olá Luciana

    Realmente seu blog é muito bom!! Estou indo para Paris com um amigo início de novembro e estamos programando 7 noites em Paris, o que vc acha, são muitas noites?
    Existem boas programações noturnas??

    Obrigada

    • Oi Juliana,
      olha, eu não acho muito ficar 7 noites em Paris. Aliás, na Cidade Luz o problema não é arrumar ocupação, é conseguir fazer tudo o que você vai ter vontade de fazer em somente 7 dias 😉
      Quanto à programação noturna, ela é bem diversificada, depende do que você gosta de fazer… Mas é lógico que os bares da moda, as discotecas mais animadas e os restaurantes mais chiques da França, ficam em Paris. Então, curta bastante !!
      Se você ainda não tiver reservado um hotel, faça uma pesquisa no nosso motor de busca ou dê uma olhada no nosso artigo “Como encontrar um hotel barato em Paris“.
      Um grande abraço e boa viagem 😉

  93. Marta Medeiros dit :

    Oi Luciana , amei seu blog, pretendemos ir a Paris em novembro, e permanecer por 7 dias ai,gostaria de saber sobre o clima neste mês em Paris, se é muito frio e qual cidade(s) poderia visitar de trem próximo a Paris, nós não falamos francês, será que encontraremos muita dificuldades. obrigada

    • Oi Marta, que bom que você está gostando do blog 🙂
      Olha, normalmente novembro é um mês agradável em Paris. A temperatura ronda os 10º-12º e se você tiver sorte ainda pode pegar uns dias bonitos. Bom, pelo menos sem chuva 😉
      Quanto a cidades próximo a Paris para visitar tem várias, mas 7 dias é meio curto para conhecer Paris e ainda visitar outras cidades. Mas bom, você pode ir à Versalhes que é bem perto (fica na região parisiense mesmo). Mais longe um pouco tem Rouen (a cidade de Joana D’Arc) ou então Tours que são cidades muito bonitas.
      Em relação à lingua, sempre é mais complicado para quem não fala francês, mas dá prá se virar. Acho que o mais importante é antecipar o máximo que você puder. Antes de pegar o metrô, pegue o mapa e analise bem as linhas e as estações antes de sair do hotel. Marque o seu trajeto e fique atento na hora de entrar e de sair para não errar. Antes de entrar num restaurante, olhe bem o menu que normalmente está exposto do lado de fora. Se puder, compre os bilhetes para os museus, passeios ou exposições pela internet. Os sites costumam ter várias opções de linguas e mesmo quando são só em francês, é diferente tentar entender calmamente na frente do seu computador ou na frente de um vendedor apressado… Quanto menos contacto com as pessoas, melhor 🙂
      Se precisar de mais dicas, me fala.
      Um abraço e boa viagem.

  94. Lana dit :

    Olá Luciana, adorei as dicas do site. Vou à Paris em Janeiro, e gostaria de saber se é possível chegar à Versailles de trem, pq não pretendo alugar um carro, mas quero mto ir à Versailles. Aliás, o trem chega à todos esses pontos que vc sugeriu?
    Muuuito obrigada!! Parabéns pelo blog, está me ajudando demais!!!
    Beijos

    • Oi Lana, que bom que as informações do blog estão te ajudando…
      Olha, você pode chegar a Versailles de trem sim. Para isso você tem que pegar o RER C até à estação “Versailles Château – Rive Gauche”. O melhor para você é pegar o trem na estação RER “Invalides” que fica no nº 2, rue Esnault-Pelterie – no 7º arrondissement de Paris. O trajeto dura uns 30 minutos. A estação “Invalides” é servida pelas linhas 8 e 13 do metrô. Se você quiser entender melhor as linhas, dê uma olhada nesse mapa interativo.
      Quanto aos outros pontos de visita sugeridos, todos são acessíveis pelos transportes públicos.
      Bom, espero ter ajudado. Aliás, se você estiver procurando hotel, não deixe de dar uma olhada no nosso artigo “Como encontrar um hotel barato em Paris” e de fazer uma pesquisa pelo nosso motor de buscas. Sempre tem ofertas bem legais 🙂
      Um abraço e boa viagem 😉

  95. jan frederico dit :

    boa tarde Luciana Ferreira ,parabéns pelo blog.iremos para Paris dia 02/01/2014.não sei se entendi direito mas” vc acompanha pessoas em passeios vou com minha esposa e filho de 15 anos , quanto custaria para ser nossa ‘” personal turista”. caso positivo vc elabora a programação? abraços

    • Oi Jan, tudo bem ?
      Olha, eu não acompanho as pessoas nos passeios não. O que eu faço é sugerir um circuito e uma programação personalizados de acordo com os critérios das pessoas. Por exemplo: o tipo de passeios que eles pretendem fazer, os locais que elas gostariam de visitar e o período que eles vão ficar na cidade (ou no país). A partir desses dados eu elaboro um circuito e proponho aos clientes. Se está bom para eles, eu efetuo as reservas dos programas, transportes, hotéis, restaurantes, etc e organizo todos os passeios. Para efetuar toda essa organização e proceder às reservas, eu cobro 135€ por grupo que viaje junto.
      Se você precisar de mais detalhes ou se quiser que eu te faça um orçamento detalhado, não hesite a me enviar um e-mail: luciana@avidafrancesa.com
      Um grande abraço.

  96. Gean Prates dit :

    Olá Luciana, fiquei sabendo sobre você quando conheci um simpático casal numa viagem que fiz com a minha família à cidade de Petrópolis (RJ), visitando o amigo Roberto Jefferson que se recuperava de uma cirurgia na bucólica Levy Gasparian (RJ), pernoitamos num hotel fazenda nas proximidades e tivemos o prazer de conhecer o casal que nos falou sobre você e o seu trabalho. A viagem foi no mês de novembro do ano passado. Eu e a Kristina, minha esposa, conhecemos Paris e pretendemos voltar aí com toda a turma, três crianças com idades de 13, 12 e 6 anos, para passarmos ao menos uma semana nesta cidade encantadora, aí então iremos verdadeiramente precisar das suas valiosas dicas. Forte abraço. Ah, o casal era agradabilíssimo.

    • Ola Gean,
      nossa, que legal, o casal que você refere deve ser os meus padrinhos, eles moram em Petrópolis e são um casal agradabilíssimo mesmo 🙂
      Se precisar de alguma ajuda quando vocês vierem a Paris, pode me escrever. E você pode procurar e reservar bons hotéis aqui pelo blog. Se precisar de algumas sugestões, não hesite 😉 Aliás, eu também faço um trabalho personalizado de assistência turística. Eu elaboro circuitos, reservo programas e procuro hotéis e restaurantes de acordo com o gosto e o orçamento dos clientes. Se você precisar ou se souber de alguém que precise desse tipo de serviço, é só falar comigo.
      Um grande abraço e até breve…

      • Gean Prates dit :

        Boa noite, Luciana, obrigado por sua atenção, na realidade eram dois casais, o outro casal morava na Europa, talvez em Portugal, e foram eles que me passaram o seu site. Será que eram seus pais? Nas próximas férias iremos para Disney, na próxima viagem iremos para sua cidade luz, aí sim precisarem de vc para traçar um roteiro com acomodações mais econômicas. Abração.

        • Olá Gean,
          pois é, é bem provável que o casal que mora na Europa seja os meus pais mesmo. Eles também são agradabilíssimos 😉 Me dê notícias quando você vierem aqui.
          Um grande abraço 🙂

  97. Helen Rose Aida Aiex dit :

    Olá Luciana,
    Descobri seu blog por acaso, mas em muito ele tem me ajudado. Estou indo para Paris com meu filho de 13 anos, em janeiro de 2014, ou seja, em pleno inverno. Nosso roteiro, além de Paris – cujas dicas já peguei no seu blog – inclui uma viagem a Perigueux, por conta da gruta de lascaux – que ele está estudando na escola – e todo o entorno, cuja beleza que descobri ao pesquisar sobre a gruta, e me interessou. Também pretendo levá-lo a eurodisney para uma passeio. Em ambos os locais, já vi hoteis para pernoitar, mas minha grande dúvida é se esses locais valem as viagens, por ser inverno. Não consegui nenhuma informação. Todos os blogs e sites que consulto só mostram os locais no verão. Sei que seu blog é Paris, mas quem sabe vc consegue me ajudar? Estou fechando a viagem e fazendo as reservas, mas temerosa de não valer a pena sair de Paris. O que vc acha??

    • Oi Helen,
      desculpa ter demorado tanto para te responder, mas essa semana foi a maior correria com o recomeço das aulas das crianças… Espero que agora as coisas se acalmem e eu possa novamente atualizar o blog com regularidade e responder a todo mundo mais rapidamente 🙂
      Mas bom, respondendo às suas questões, eu acho legal visitar a França no inverno. Mas claro, isso exige uma organização maior, roupas adaptadas e claro, tem que gostar de frio… Se você gosta, é uma ótima opção. As cidades estão muito mais vazias, os monumentos são acessíveis sem longas filas de espera e tem todo um charme de experimentar as comidas e as atividades de inverno. Aliás, eu até escrevi um artigo sobre o que fazer em Paris quando está nevando
      A Eurodisney também é muito melhor no inverno. O parque funciona o ano inteiro e o melhor é aue todas as atrações estão vazias. Nada de multidão nem de filas de espera intermináveis 😉 Mas atenção! A Disney fica num lugar bem aberto onde faz muito frio ! Tem que se agasalhar bem, utilizar um casaco bem quente e impermeável, luvas, cachecol e gorro. Além disso, sempre é bom passar um creme hidratante tipo cold cream no rosto.
      Quanto à gruta de Lascaux, infelizmente as notícias não são muito animadoras. Na verdade, ela fecha durante o inverno quase todo. No entanto, a região é linda e tem várias outras atrações interessantes. Se você quiser ir dar uma olhada mesmo a gruta estando fechada, eu te aconselho a ir de trem. No inverno, é a maneira mais segura de viajar pelo país. O trajeto dura cerca de 5 horas e é bem bonito. Além disso, os bilhetes são bem baratos.
      Quanto aos hotéis, não deixe de dar uma olhada no nosso motor de buscas. Se você quiser algumas sugestões, me fale…
      Bom, espero ter ajudado 😉 Se você precisar de outras informações, pode me falar que eu dou uma pesquisada.
      Um grande abraço e boa viagem…

  98. Senti falta do Museé d’Orsay. Sou apaixonado pela obra de Van Gogh.

    • Olá Edimar,
      Realmente o Musée d’Orsay é lindo, mas na verdade eu tinha limitado o meu roteiro a 10 itens, então vários museus, lugares e monumentos lindos ficaram de fora. Mas não se preocupe, em breve eu escreverei um artigo especialmente dedicado à coleção do Musée d’Orsay.
      Um abraço e até breve.

  99. Priscila Uchoa dit :

    Oi Luciana, quantos dias são necessários para curtir este roteiro sugerido por você, com calma? Parabéns pelo blog!!
    Um abraço, Priscila.

    • Oi Priscila, fico contente que o meu roteiro esteja te ajudando 🙂
      Eu acho que para fazer esse roteiro com calma você deve precisar de uns 7 dias. O Museu do Louvre, o Castelo de Versalhes e a Disney são os locais que normalmente a gente passa mais tempo. Nesse caso, é bom reservar um dia inteiro para cada um. Os outros monumentos, você pode regrupá-los por proximidade e visitar vários no mesmo dia.
      Outra pequena dica: se você ainda não tem hotel, dê uma olhada no meu artigo “Como encontrar um hotel barato em Paris?” ou então faça uma procura com o nosso motor de busca.
      Ah, e fique atenta, estou escrevendo um artigo bem legal sobre “Onde comer perto da Torre Eiffel”. Vou publicá-lo em breve…
      Um abraço e até à próxima 🙂

  100. Priscila Uchoa dit :

    Oi Luciana, que bom encontrar o seu blog durante a minha pesquisa sobre Paris. Irei em setembro (primeira vez) e estou animadíssima com tudo que visitarei. Este roteiro sugerido acima pode ser feito em quanto tempo? Ficarei 10 dias na cidade.
    Um abraço,
    Priscila.

  101. Tânia dit :

    Luciana,
    Gostei das informações sobre Paris e adorei esta foto da Catedral Notre Dame. Um espetáculo! Um abraço, Tânia.

Laisser un commentaire

Votre adresse de messagerie ne sera pas publiée. Les champs obligatoires sont indiqués avec *

😉 😐 😡 😈 🙂 😯 🙁 🙄 😛 😳 😮 mrgreen.png 😆 💡 😀 👿 😥 😎 ➡ 😕 ❓ ❗