Almoço de Domingo: Moules à la Crème !

Primavera chegando, fim de semana gostoso, solzinho alegrando o pessoal, e o almoço de domingo? Moules à la crème, claro!

Moules à la crème

As “moules-frites” (mexilhões com batatas fritas) são um grande clássico gastronômico do Norte e da Costa Oeste da França. Consequentemente, basta o solzinho aparecer e os terraços dos restaurantes se enchem. Em casa, a gente já fica com vontade de instalar a mesa no jardim para curtir mais ainda esse prato com a família. Bom, verdade seja dita que apesar do sol ter abençoado o nosso fim de semana, o ventinho frio ainda não nos permitiu de almoçar no jardim (a temperatura na hora do almoço rondava os 11º). Mas não foi por isso que as nossas “moules” estavam menos saborosas!

 

Tradicionalmente, as moules são cozidas com alguns temperos como: cebola, alho, aipo, salsa e vinho branco. Essa é a receita mais simples e mais popular: as moules marinières (mexilhões dos marinheiros). Com o tempo, a receita ganhou em sabor e em sofisticação. As minhas preferidas são as moules à la crème (mexilhões com creme de leite), mas existem outras versões bem interessantes como as moules ao curry, ao chouriço e até ao molho de roquefort. Também são uma delícia!

Receita de “Moules à la Crème”

Ingredientes para 6 pessoas:

Normalmente, nos restaurantes, eles calculam 1 litro de mexilhões por pessoa (historicamente os mexilhões eram vendidos ao litro. Hoje em dia, eles são vendidos em litros ou quilos, conforme as regiões. 1 litro = cerca de 800g de mexilhões). Eu calculo em média 0,5 kg por pessoa. Na maioria das vezes todo mundo come bastante e ainda sobra 🙂

– 3 kg de mexilhões

– 50 cl de vinho branco seco

– 2 tomates bem maduros ou 1 lata de tomate picado

– 4 échalotes (são umas cebolinhas menores e menos ácidas do que as cebolas normais. Elas são bem frequentes aqui na França. No Brasil, parece que elas se chamam chalotas. Se puderem, me confirmem se é esse mesmo o nome e se é fácil de encontrar ou não. Merci :-)) Se não encontrarem essa cebolinha, substituam por 2 cebolas roxas novas. Elas também são menos ácidas e mais adocicadas que a cebola normal.

– 2 folhas de louro

– 4 dentes de alho

– 3 colheres de sopa de salsa picadinha

– 100 g de manteiga

– 40 g de maizena

– 400 g de creme de leite fresco

– rosmaninho e alecrim a gosto

Maneira de fazer:

Lave bem os mexilhões na água corrente e jogue fora os que estiverem quebrados. Pessoalmente, eu ponho-os de molho numa bacia cheia de água com um pouco de farinha de trigo ou de sal durante 1 hora ou 2. Eles vão se abrir e soltar a areia que têm dentro da conchinha. Se vocês tiverem outra técnica para tirar a areia, façam como costumam fazer. O essencial é não comer areia, não é mesmo?

Corte as chalotas e refogue-as no azeite quente. Quando elas estiverem douradas, adicione os tomates picados, o vinho branco, o rosmaninho, o alecrim, o louro, 1 colher de sopa de salsa e os mexilhões.  Mexa de vez em quando, e deixe cozer até que os mexilhões estejam todos abertos. Tire-os da panela e reserve.

Moules à la crème

Deixe o caldo do cozimento no fogo para que ele reduza um pouco.

Molho de Moules à la crème

Amasse os alhos e refogue-os na manteiga. Junte o resto da salsa e deixe por mais 2 ou 3 minutos. Adicione a maizena e deixe mais um minutinho. Finalmente, junte o creme de leite e misture bem. O creme final deve ser espesso e cremoso.

Moules à la crème

Adicione esse molho com o creme de leite ao outro molho que estava no fogo. Quando começar a ferver, reintroduza os mexilhões e deixe até que eles fiquem bem quentinhos. Sirva em seguida acompanhado de batatas fritas.

Moules à la crème

O ideal é acompanhar este prato de uma boa cerveja ou de um vinho branco seco, tipo Pinot da Alsace. Quem quiser experimentar a versão mais sofisticada (com roquefort), basta acrescentar alguns cubos de queijo ao molho de creme de leite e deixá-lo derreter. Siga o resto da receita normalmente. O roquefort, por ser um queijo com muita personalidade, dá um sabor especial a qualquer prato simples. Esse mesmo creme com roquefort, alho e creme de leite também pode ser servido como acompanhamento de uma boa carne grelhada. Simples, chique e delicioso !

Voilà, bon appétit!

À propos de Luciana Ferreira

Cheguei na França em 2006, meio por acaso, graças a um intercâmbio da faculdade. Me apaixonei por esse país moderno, acolhedor e cheio de charme. Acabei gostando e ficando, ficando, ficando... Consciente de que nem sempre é facil achar informações credíveis sobre os lugares quando estamos longe, pretendo contar prá vocês as pequenas (e as grandes) coisas do quotidiano, das tradições e do turismo na França que me fascinam. Talvez mesmo, desfazer alguns mal-entendidos e acabar com os clichês. Aqui, a cultura, a história, a gastronomia, o savoir vivre são apenas algumas das tantas coisas que nos seduzem e encantam. Jurista de formação, apaixonada pela escrita, estou criando este espaço para partilhar com todos os interessados, esse encantamento pela cultura e pela vida francesas.
Ce contenu a été publié dans História das Receitas, Jeito de Viver, Receitas, avec comme mot(s)-clé(s) , , , . Vous pouvez le mettre en favoris avec ce permalien.

3 réponses à Almoço de Domingo: Moules à la Crème !

  1. Ana Léa Ferreira dit :

    Eu também adoro as moules, ainda nao experimentei com o queijo. Deve ser muito bom.

  2. vera lucia freire silva dit :

    Lu, essa receita deve ser deliciosa. Pena que não sei aonde encontrar os mexilhões mas, com certeza, procurarei saber. Um bj

Laisser un commentaire

Votre adresse de messagerie ne sera pas publiée. Les champs obligatoires sont indiqués avec *

😉 😐 😡 😈 🙂 😯 🙁 🙄 😛 😳 😮 mrgreen.png 😆 💡 😀 👿 😥 😎 ➡ 😕 ❓ ❗