A Passagem do Gois: Uma das raras estradas submersíveis do mundo !

A passagem do Gois é uma das raras estradas submersíveis que existem no mundo. Ela existe desde o século XVIII e foi criada no intuito de permitir uma travessia mais cômoda e rápida de pessoas e animais entre a ilha e o continente. Para mostrar essa estrada para vocês, eu e o meu marido fizemos um video. Espero que vocês gostem !

Image de prévisualisation YouTube

A Ilha de Noirmoutier fica na Costa Oeste da França, na regiao da Vendée, a cerca de 90 km de Nantes e a 450 km a Oeste de Paris, em pleno Oceano Atlântico. Ela tem uma superficie de cerca de 50 km2 mas somente cerca de 9.500 pessoas moram aqui o ano inteiro. A maior parte das pessoas vem aqui de férias, porque o lugar é lindo e a gente pode fazer várias atividades super interessantes.

Ilha de Noirmoutier - Autor Eric Salard - lLickr

Ilha de Noirmoutier – Autor Eric Salard – lLickr

A passagem do Gois é uma das raras estradas submersíveis que existem no mundo. E a especificidade desse estrada é que ela foi construída sobre um banco de areia móvel. No século XIX eles decidiram estabilizar a passagem de maneira a impedir os bancos de areia de se deslocar e assim, puderam criar essa estrada que existe atualmente. No entanto, a passagem continua dependendo das marés. Então, só é permitido atravessar entre 1h30 antes da maré baixa e 1h30 depois da maré baixa.

Passage du Gois - Ludovic

Passage du Gois – Ludovic

Durante o período do dia em que a maré esta alta, é impossível atravessar porque a estrada fica debaixo de agua ! Alias, é dessa particularidade que vem o nome Passagem do Gois, que vem do verbo goiser que no francês antigo significava « andar molhando os sapatos »…

 

Historicamente, as pessoas ja conheciam as horas das marés e so atravessavam durante os períodos de maré baixa. Hoje em dia, existe uma alternativa à essa passagem porque em 1971 foi construída a ponte de Noirmoutier, que ela não é submersível !

Durante a maré baixa é possível atravessar tranquilamente, tanto à pé, como de carro. As pessoas gostam de vir passear aqui, o lugar é muito lindo e para quem gosta de procurar moluscos e mariscos também é ótimo. Nos finais de semana, sempre vêm familias com crianças ou os avos com os netos para ficar aqui brincando na areia e recolhendo ostras, mexilhoes ou outros moluscos.

 

Existem até algumas criações de ostras que ficam aqui de maneira permanente. Os criadores gostam desse lugar porque o acesso acaba sendo fácil para eles virem durante a maré baixa cuidar da criação e efetuar a manutenção do local.

Uma outra coisa interessante é que para prevenir dos acidentes, ao longo da estrada toda, existem vários tocos de madeira para sinalizar a direção da estrada e alguns postos de segurança com escadas para as pessoas subirem no caso de serem pegas de surpresa pela maré. Subindo nessas balisas de sinalização, as pessoas podem se refugiar da maré alta e ficar em segurança. Porque olhando assim, a gente tem até dificuldade para acreditar que isso tudo vai ficar em baixo de agua, mas conforme o coeficiente de maré, a altura da agua nessa zona pode variar de 1,30m até 4 metros !

Passage du Gois - Lionel Maraval - Flickr

Passage du Gois – Lionel Maraval – Flickr

Uma outra particularidade dessa passagem é o tamanho dela. Na verdade, so existem cerca de 10 estradas submersiveis no mundo. E essa aqui é uma das mais longas: ela mede 4,125 km.

Na maré alta não dá mais para passar. Tem várias placas sinalizando que é proibido passar e que existe perigo de morte ! Parece que a estrada nem existe … que ela foi engolida pelo mar … .E lá aonde tinha vários carros passando hoje cedo, agora tem uma porção de barquinhos na agua…

Eu acho isso muito engraçado e surpreendente. Espero que vocês tenham gostado… e até breve !!

Ficamos aguardando as impressões de vocês e também sugestões para videos futuros !! Quem sabe com o tempo eu não acabo ficando menos sem jeito ! 😉

Filmagem e realização: Pierre-Olivier CLEMENT-MANTION
https://www.fotolia.com/p/202541066

À propos de Luciana Ferreira

Cheguei na França em 2006, meio por acaso, graças a um intercâmbio da faculdade. Me apaixonei por esse país moderno, acolhedor e cheio de charme. Acabei gostando e ficando, ficando, ficando... Consciente de que nem sempre é facil achar informações credíveis sobre os lugares quando estamos longe, pretendo contar prá vocês as pequenas (e as grandes) coisas do quotidiano, das tradições e do turismo na França que me fascinam. Talvez mesmo, desfazer alguns mal-entendidos e acabar com os clichês. Aqui, a cultura, a história, a gastronomia, o savoir vivre são apenas algumas das tantas coisas que nos seduzem e encantam. Jurista de formação, apaixonada pela escrita, estou criando este espaço para partilhar com todos os interessados, esse encantamento pela cultura e pela vida francesas.
Ce contenu a été publié dans A Vida Francesa. Vous pouvez le mettre en favoris avec ce permalien.

8 réponses à A Passagem do Gois: Uma das raras estradas submersíveis do mundo !

  1. Incrível, Luciana! Visitei a Ilha de Noirmoutier há alguns meses e não conhecia essa história com tanta profundidade! Muito bom, mesmo!!! <3 🙂

  2. 🙂 Vou sempre á frança e não conheço este lugar Na próxima ida, quero conhecer. Grata pelo vídeo , tão expontâneo. Mirtes

  3. Carlos Cerqueira dit :

    Olá Luciana,
    Procuro músicas árabes actuais (dentro do hip-hop, comerciais…) sejam elas cantadas em francês ou árabe, mas não sei por onde começar a procurar…
    Consegues ajudar-me com a indicação de alguns grupos ou cantores?
    Agradeço a ajuda.

    Obrigado!

  4. Dora Santiago dit :

    Oi Luciana
    Muito bom o seu vídeo, não sabia que existia essa passagem e é muito bom para quem não conhece a França.
    Obrigada por nos mostrar esse país tão lindo para quem como eu ainda não teve a oportunidade de conhecer.
    Dora

  5. Neide da Penha Rocha dit :

    Luciana, adorei seu blog. Achei muito interessante saber sobre como viver nesse País
    tão lindo! Essas dicas que você nos passa são muito importantes e nos orienta muito.
    Tenho muita vontade de conhecer a França e Portugal. Se Deus quiser ainda irei. Sou professora e adoro conhecer outras culturas. Amo coisas diferentes.
    Um abraço.

    • Oi Neide, tudo bom ?
      Fico feliz que você tenha gostado. Realmente, essa é a minha vontade, passar dicas e mostrar coisas que eu nunca tinha ouvido falar antes de morar aqui na França.
      Espero que você consiga logo vir conhecer Portugal e a França. Depois me conta 😉
      Um abraço

  6. Valéria Carneiro dit :

    Muito curioso, não sabia que existia este lugar. Obrigada por nos mostrar mais uma peculiaridade francesa. O vídeo ficou ótimo, você conseguiu passar a informação, o jeito vem naturalmente, quem sabe uma futura apresentadora de um programa na França?! Parabéns e beijos!

    • Oi Valéria, obrigada !
      Fico muito feliz que você tenha gostado.
      Pois é, estou tentando achar o jeito, mas por enquanto ainda não fico muito à vontade.
      Vou continuar praticando… quem sabe ?
      Um abraço e até breve !

Laisser un commentaire

Votre adresse de messagerie ne sera pas publiée. Les champs obligatoires sont indiqués avec *

😉 😐 😡 😈 🙂 😯 🙁 🙄 😛 😳 😮 mrgreen.png 😆 💡 😀 👿 😥 😎 ➡ 😕 ❓ ❗